DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » Espiritualidade » Peregrinações & Retiros » Retiro em Meteora, 2004 » Consagrados na Verdade »

CONSAGRADOS NA VERDADE

 

por Pe. John Abberton

 

No Evangelho Segundo São João, Jesus ora ao Pai por seus discípulos:

“Eu lhes dei a tua palavra, mas o mundo os odiou, porque não são do mundo, como eu não sou do mundo. Não peço que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno. Eles não são do mundo como eu não sou do mundo. Santifica-os na verdade; tua palavra é verdade. Como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E, por eles, a mim mesmo me santifico para que sejam santificados na verdade. Não rogo somente por eles, mas pelos que, por meio de sua palavra, crerão em mim.”

(Capítulo 17  - Versículos 14 a 20).

Eu li isso de acordo com a Nova Versão Revisada. Na Bíblia de Jerusalém lemos, não "santificá-los na verdade", mas "consagrá-los".

Ser consagrado significa ser "separado" para um propósito santo. Santificar também significa "tornar sagrado". Uma coisa ou pessoa consagrada é sagrada por Deus. Quando somos consagrados: dados a Deus, temos a santidade concedida a nós. Nós pertencemos a Deus; somos propriedade de Deus. Como somos seres com livre arbítrio, também devemos cooperar com Deus por escolha.  Somos santificados por Deus, mas não contra a nossa vontade. Nos é dado santidade, mas também devemos escolher. A santidade não é uma abordagem clínica fria e física da vida. É uma disciplina, mas é a disciplina do amor. O mais santo entre nós é o mais amoroso. É preciso também dizer que não se trata de aparições ou exibicionismo: aqueles que realmente amam sabem quando falar e quando ficar em silêncio.

Um instrumento musical atende melhor à sua finalidade quando é sintonizado por aquele que o toca em relação aos outros instrumentos na banda ou na orquestra. O instrumento deve ser flexível, sensível e confiável. As cordas devem estar em boa forma, a madeira de boa qualidade,  limpo o metal. Um violinista de concertos, por exemplo, pode ter mais de um violino. Ele saberá como tirar o melhor de cada um. Ele tratará cada violino de tal maneira que ele respeitará os pontos fortes e fracos de cada instrumento.

Nós pertencemos a Jesus Cristo.

Ser consagrado à Verdade significa várias coisas: para começar;

1. Devemos tentar conhecer o suficiente sobre nós mesmos para entender como podemos ser úteis no mundo.

2. Devemos saber que há mais o que aprender.

3. Devemos saber onde procurar, ou a quem perguntar, as respostas que precisamos sobre nós mesmos.

4. Devemos ser capazes de ouvir e aprender sem sermos superados pelo medo ou por qualquer preconceito de qualquer tipo.

Devemos ser humildes. A humildade é a abertura para a Verdade. É próxima da docilidade, o que significa a capacidade de ouvir e aprender. Não é fácil ser humilde, mas sem humildade as outras virtudes cristãs não florescerão. A humildade é o solo onde Deus planta as coisas mais bonitas do seu jardim. Precisamos proteger e desenvolver a virtude da humildade. Isso ajuda a conhecer alguns fatos sobre nós mesmos. Retirei o seguinte de um livrinho chamado " A Vitória sobre o Vício" do arcebispo Fulton Sheen:

"Do ponto de vista material, valemos bem pouco. O conteúdo de um corpo humano é equivalente à quantidade de ferro que existe em um prego, tem tanto açúcar como há em dois torrões, tanto óleo quanto em sete barras de sabão, tanto fósforo quanto há em 2.200 fósforos , e tanto de magnésio quanto é necessário para desenvolver uma fotografia. Ao todo, o corpo humano, quimicamente falando, vale apenas alguns poucos dólares "(Página 49).

Claro, valemos muito mais do que isso para o nosso Criador. Nosso verdadeiro valor é baseado no Deus que nos criou. Só é correto dizer: "Eu não sou nada" ou "Não tenho valor", se eu quero dizer "nada" ou "sem valor" sem Deus. O respeito que devemos ter por nós mesmos vem do nosso respeito por Aquele que nos criou. Lembre-se de que devemos amar nosso próximo como nos amamos a nós mesmos. Isso significa que não podemos nos tratar como lixo, caso contrário, teríamos que tratar uns aos outros como lixo. Mas sem Deus, somos lixo, não valendo mais do que alguns tostões. O orgulho é uma espécie de insanidade. O que eu sou comparado a Deus? Eu sou menos do que uma partícula de poeira, no entanto, Deus ama essa partícula de poeira e Cristo derramou Seu sangue por ela. Isso significa que devo tratar outras partículas de poeira - você - como pó de ouro, mas apenas por causa de Cristo.

Ser consagrado na verdade significa que ambos pertencemos à verdade e estamos comprometidos com a verdade. Aceitar esse chamado; ser instrumentos da Verdade, significa que estamos buscando a Vontade de Deus.

A questão de como chegamos a conhecer a vontade de Deus não tem uma resposta simples. Não porque Deus seja complicado, mas porque nós somos. Jesus nos diz que a Verdade é amor. 

Na mensagem de 22 de outubro de 1990, ele diz:

“Ora, a Verdade é AMOR. Eu sou a Verdade. E vós, sede testemunhas da Verdade. Recebei o EspíritoSanto de Verdade.”

Quando não conseguimos amar adequadamente, pode ser porque não estamos abertos à verdade. Quando vamos rezar, precisamos ser honestos. Quem sou eu, realmente?

Como é fácil para a mente construir uma identidade falsa. Isso pode acontecer facilmente quando uma pessoa começa a se tornar devoto - quando houve uma experiência de conversão - ou quando uma pessoa começou a crescer em oração. Santa Teresa de Ávila nos adverte que um dos erros que as pessoas cometem quando fazem um pequeno progresso na vida espiritual é pensar que estão prontos para instruir os outros. Então, vemos os problemas causados por algumas pessoas que pensam que têm um chamado para dizer aos outros como eles devem viver, como devem orar - ou, no nosso caso, como devem interpretar as mensagens da Verdadeira Vida em Deus. Isto é orgulho disfarçado de amor.

Outro exemplo: não devemos supor que todos os nossos motivos ou intenções são perfeitos. Nosso Senhor Jesus Cristo e Sua Mãe tinham corações indivisíveis. Somos convidados a ser "puros de coração". Um significado disso é de uma mente única, outro significado é totalmente dedicado. Em uma mensagem de 10 de junho de 1994, Jesus disse:

“A paz esteja convosco. Filhinhos, a Minha delícia está em cada coração puro. A Minha alegria é ver os vossos olhos procurarem apenas as coisas celestes. A Minha glória é virdes a Mim e dizerdes-Me: "Eis-me aqui... eis-me aqui", oferecendo-Me o vosso coração, para que Eu o transfigure em Meu domínio e reine nele.”

"Buscar" coisas celestiais não significa fugir de nossas responsabilidades nem se refugiar em fantasias. Devemos buscar a Vontade de Deus em todas as coisas, e tudo o que fazemos e sofremos deve ser oferecido para a glória de Deus. Quando Ele nos dá um trabalho para fazer, devemos fazê-lo bem. Isso pode ser qualquer coisa, desde a lavagem dos pratos até a construção de uma catedral. Como Ele irá julgar o valor do nosso trabalho? Será que a catedral será de maior valor se for construída com vaidade, ou Ele preferirá olhar uma prateleira cheia de pratos limpos que foram lavados como uma oferta de amor?

A pureza do coração se mostra na concentração. Quando nos concentramos em algo, nós estamos no trabalho que estamos fazendo. Não somos perfeitos nesta vida; conheceremos a perfeição no Paraíso. Se queremos desenvolver nossos poderes de concentração, precisamos de autodisciplina. Precisamos de ordem em nossas vidas. As grandes tradições monásticas nos lembram disso. Monges, freiras enclausuradas e mosteiros são mais importantes do que nunca: importantes para o mundo ao seu redor. O monaquismo beneditino teve um efeito profundo na Europa Ocidental. Monges do Oriente e do Ocidente nos lembram do chamado a ser "puro de coração": ser dedicado, obediente e disciplinado. Então, precisamos reconhecer essa verdade em primeiro lugar: geralmente somos imperfeitos em pensamentos e na ação. Não podemos supor que o que chamamos de inspiração de Deus não está de alguma forma misturada ou afetada por nossas próprias falhas e fraquezas. Como geralmente não sabemos o que está acontecendo em nossas mentes subconscientes, não podemos facilmente saber se estamos sendo conduzidos por alguma compulsão escondida. Todos nós sofremos, em maior ou menor grau, em nossa infância; se não através dos nossos pais ou irmãos e irmãs, então, por causa das experiências que tivemos na escola ou entre os nossos amigos de infância. Sabemos com clareza como nossas experiências passadas estão nos afetando hoje?

Não estou dizendo que todos nós somos deliberadamente sem coração, nem estou dizendo que estamos sempre cientes de ser governados por nossas necessidades emocionais; o que estou dizendo é que precisamos ser honestos com nós mesmos e honestos com Deus. O dom do discernimento não é dado a todos, mas se rezamos e depois escolhemos alguém para ser um diretor espiritual,  há uma boa chance de que Deus ofereça o dom a quem escolhemos. De vez em quando, aqueles que esperam progredir na vida espiritual precisam de bons conselhos. É bobagem fingir que não precisamos de ajuda. É pior do que isso, é orgulho. À medida que crescemos em humildade, nos tornamos mais conscientes de nossas falhas, nossas fraquezas, nossas excentricidades. Vamos nos conhecendo como Deus permite. Às vezes, o Espírito Santo irá destacar algo. Talvez aconteça depois que caímos no pecado. Talvez venha sob a forma de uma repreensão ou correção de outra pessoa. Eu tenho um amigo que é psicólogo - doutor em psicologia. Às vezes, ele me diz coisas surpreendentes. Por exemplo, ele pode dizer algo como: "Ontem você estava muito preocupado com alguma coisa e estava muito quieto". Posso dizer: "Não, eu não estava" e ele irá persistir dizendo: "Sobre o que você estava pensando?" E então eu posso dizer: "Não é da sua conta". Ele pode então dizer: "Eu vou descobrir". Ele pode não descobrir toda a verdade, mas ele saberá algo porque ele é treinado para reconhecer certas coisas sobre as pessoas. Não muito tempo atrás, estávamos num hotel falando com um homem da Escócia. Mais tarde, meu amigo me disse: "Aquele homem tinha tendências maníaco-depressivas". Fiquei chocado. Eu disse: "Como você sabia disso?" Meu amigo então me contou sua evidência. Se eu não posso esconder meu verdadeiro eu de um bom amigo, como posso me esconder do meu Criador? Algumas pessoas tentam, pelo menos, esconder-se de si mesmas, mas nunca podemos nos esconder de Cristo.

Se eu disser que sou perfeito, eu seria um mentiroso ou muito imaturo espiritualmente ou insano. Se for possível que alguém seja perfeito nesta vida, sugiro que ele ou ela não o saibam. Mesmo que uma pessoa soubesse, você nunca o ouviria de seus lábios. É-nos dito que "seja perfeito" como o "Pai Celestial é perfeito", mas mesmo São Paulo, olhando para o fim de sua vida, disse:

“para conhecê-lo, conhecer o poder da sua ressurreição e a participação nos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte, para ver se alcanço a ressurreição de entre os mortos. Não que eu já o tenha alcançado ou que já seja perfeito, mas prossigo para ver se o alcanço, pois que também já fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não julgo que eu mesmo o tenha alcançado, mas uma coisa eu faço: esquecendo-me do que fica para trás e avançando para o que está diante, prossigo para o alvo, para o prêmio da vocação do alto, que vem de Deus em Cristo Jesus. Portanto, todos nós que sonhos "perfeitos", tenhamos este sentimento.” (Filipenses 3: Versículos 10-15).

Ser consagrado à Verdade, significa que somos chamados à unidade. Isto é claro a partir da passagem que citei no início. Jesus orou para que Seus discípulos fossem "santificados na verdade" para que eles pudessem levar os outros à verdade de que "todos sejam um". Eu acredito que podemos aplicar isso a nós mesmos, assim como todos os cristãos chamados a desempenhar alguma parte no trabalho de evangelização. Todos os que são batizados são consagrados. Todos aqueles que estão conscientes de serem chamados a difundir a verdade sobre Jesus Cristo são convidados a aceitar alguma participação no trabalho de evangelização. Somos convidados a viver na verdade, o que também significa viver em arrependimento. Aceitar a verdade sobre nós mesmos deve envolver a admissão de que somos pecadores e a confissão dos pecados. Só podemos começar a nos juntar como um só corpo, com humildade. A Mãe de Cristo nos diz, em uma mensagem datada de 23 de setembro de 1991:“As Chaves da União são o Amor e a Humildade”

Ao aceitar o chamado para viver na verdade, devemos respeitar uns aos outros e tomar a mão uns dos outros. A verdade nos libertará. Nós não nos aproximamos negando nossa fé. O falso ecumenismo é inútil. Eu não posso fingir, nem vou fingir, que não acredito que certas coisas sejam verdadeiras. Para mim, isso é uma questão de fé divina. Quando encontro cristãos de outras denominações, não espero que eles finjam que concordam comigo em todas as coisas. Se não houver honestidade, como pode haver algum progresso? Devemos ser honestos uns com os outros. Devemos fazer perguntas a nós mesmos e permitir que perguntas sejam feitas por outros. Que lembranças do passado eu estou carregando? Elas estão afetando nosso progresso em direção à unidade? Eu realmente preciso dessas lembranças? Posso pedir perdão, ou oferecê-lo? Por que reajo contra certas propostas e crenças? O que há em mim, ou em meus antecedentes, que impede o diálogo? Eu tenho um machado para moer como dizemos em inglês, ou uma agenda oculta? Estou com medo de você? medo de mim mesmo: medo da verdade?

Questões desafiadoras surgem quando tentamos estar abertos à verdade. Além disso, enquanto nos olhamos, conversamos e comemos uns com os outros, reconhecemos outro aspecto de ser consagrado na verdade. Nós fomos feitos um para o outro. Se a Verdade é Amor, não estamos apenas falando de propostas, fórmulas doutrinais e credos, estamos falando de pessoas. Pertencemos um ao outro. Ser dedicado à verdade deve significar dedicar-se à reconciliação e à unidade. É por isso que sabemos que não podemos progredir, a menos que nos encaremos como nós somos. Preciso saber quem eu sou se quiser ouvir você. Preciso saber o que pode estar bloqueando meus ouvidos. A menos que eu esteja preparado para enfrentar a verdade sobre mim mesmo, como posso abrir meu coração para o outro? Podemos caminhar na mesma direção porque estamos seguindo a mesma luz. Às vezes parece que estamos caminhando separados, mas outras vezes estamos perto o suficiente para nos dar as mãos. Devemos aumentar aqueles momentos em que nos damos as mãos e diminuirmos aqueles momentos em que estamos distantes. A discussão sozinha não alcançará isso; devemos nos tornar amigos. Os amigos podem ser felizes na companhia uns dos outros mesmo quando não sabem o que dizer. Quando falamos, vamos usar palavras que construam e nunca palavras que destroem.

O que estamos preparados para fazer para alcançar o objetivo da unidade? Estamos preparados para dizer a verdade honesta a nós mesmos? Estamos preparados para que o Espírito Santo nos convença do pecado? Estamos preparados para permitir que Jesus Cristo seja realmente "o Caminho, a Verdade e a Vida"?  Se estamos  preparados para sacrificar algo por causa da unidade, que sejam essas coisas que misturamos com a nossa fé, aquelas coisas que não são questões de fé, mas que são de medo. Vamos desistir de nossos medos, de nossos preconceitos, até mesmo, em alguns casos,  nossas vidas. Em primeiro lugar, peçamos  a Deus a coragem de sermos fiéis à Verdade, para que nunca mintamos para nós mesmos, a  outros ou a Deus.

Em 10.12.1995, o Senhor Jesus disse:
“A paz esteja contigo. O teu fim deve ser permanecer na Verdade e atrair todo o povo à Verdade e ao Meu Reino. Eu sou a Verdade e o Meu Reino, na terra, é a Minha Igreja e a Minha Igreja é o Meu Corpo, que enche toda a criação. E a Vida da Minha Igreja é a Minha Santa Eucaristia, o Caminho para a vida eterna. Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Eu sou Amor. Amai-Me e vivereis. Através do amor, a vossa alma começará a procurar as coisas celestes. O mundo não pode oferecer-vos nada do que Me pertence. Agarrai-vos a Mim e ficareis enraizados em Mim; e, deste modo, ganhareis a vida eterna, que Eu Mesmo vos prometi.”.

 
Espiritualidade
Orações
Discursos
Cartas
Trabalhos
Milagres
Reflexões nas Mensagens
Grupos de Oração
Peregrinações & Retiros
    10a Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Itália
    Rodes 2012
    9a. Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Terra Santa
    8a. Peregrinação Ecumênica de AVVD em Roma
    Rhodes, Greece 2010
    Retiro de Evangelização em Roma, 2010
    Peregrinação Bíblica na Grécia, 2009
    Retiro no México, 2009
    Reunião no Egito, abril de 2008
    Retiro no Brazil em 2008
    Peregrinação Bíblica na Turquia, 2007
    Retiro em Barcelona, 2006
    Peregrinação no Líbano, Síria e Jordânia, 2005
    Retiro em Meteora, 2004
        Relato do Retiro em Meteora
        Diferentes estágios: Desapego, Esvaziamento e Impassibilidade
        Renovação e os Ensinamentos de Ascese
        Consagrados na Verdade
    Peregrinação ao Egito, 2002
    Peregrinação na Terra Santa em 2000
    Peregrinação na Terra Santa, 1998
Profecias
A Paixão

Orações
Orações Selecionadas das Mensagens
 

Discursos
Discursos de Vassula e vários outros colaboradores listados em ordem cronológica
 

Cartas
Vassula escreve sobre vários temas
 

Trabalhos
Trabalhos e outros escritos de vários colaboradores sobre vários temas
 

Milagres
Um NOVO projeto realizado em Nov 2006. Coleção de gravações de milagres associados com Vassula e a AVVD
 

Reflexões nas Mensagens
Meditações, reflexões e comentários sobre algumas mensagens selecionadas
 

Grupos de Oração
Grupos de Oração de AVVD e Associações
 

Peregrinações & Retiros
Próximas e já realizadas peregrinações e retiros de A Verdadeira Vida em Deus
 

Profecias
Artigos e Inspirações relacionadas a profecias
 

A Paixão
Vassula experimenta a Paixão de Jesus
 

 
 
MENSAGEM DO DIA:

O Meu Hino De Amor Crescerá E Tornar-se-á Um Rio, E Crescerá Transformando-se Um Mar De Amor
 
MENSAGEM ANTERIOR:

Meus Profetas Fazem Parte Do Meu Corpo
 
 
 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message