DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » Espiritualidade » Peregrinações & Retiros » 8a. Peregrinação Ecumênica de AVVD em Roma » 8ª Peregrinação Ecumênica em Roma São Pedro e São Paulo Glorificando a Deus »

8ª Peregrinação Ecumênica em Roma

São Pedro e São Paulo Glorificando a Deus

3 a 11 de Setembro, 2011

Faz agora 14 anos que a primeira peregrinação da Vida Verdadeira em Deus ocorreu em Rhodes e Patmos, a ilha onde São João passou o fim de sua vida e recebeu o livro do Apocalipse. Patmos é conhecida como um dos mais sagrados dos locais ortodoxos. Depois, viajamos para Jerusalém, depois Egito, onde seguimos os passos da Sagrada Família durante o seu exílio. Nos últimos anos, também visitamos os locais sagrados do Líbano, Jordânia e Síria e viajamos por alguns dos lugares onde São Paulo testemunhou, como a Turquia e a Grécia. Finalmente, Nosso Senhor nos enviou para a Cidade Eterna de Roma, sede da Igreja Católica, que foi fundada com o  sangue dos muitos mártires cristãos primitivos.

O Papa João Paulo II declara em sua encíclica de 1995 "Ut Unum Sint": "Por um desígnio misterioso da Providência é em Roma que [Pedro] conclui sua jornada em seguir Jesus e é em Roma que ele dá a sua maior prova de amor e fidelidade. Do mesmo modo, Paulo, o apóstolo dos gentios, dá o seu testemunho supremo em Roma. Desta forma, a Igreja de Roma tornou-se a Igreja de Pedro e de Paulo ".

Aqueles que participam das peregrinações são apenas uma representação simbólica de todos os que foram tocados e chamados às mensagens da Verdadeira Vida em Deus. Na primeira peregrinação em 1997, havia cerca de 80 pessoas de diferentes denominações de igrejas que representavam alguns dos países onde Vassula havia falado. Reuniram-se em nome da reconciliação, da paz e da unidade. Desde então, as peregrinações cresceram em número. Cerca de 800 pessoas de 60 países diferentes e 15 denominações cristãs vieram para a peregrinação em Roma. Incluído nos 800, o Espírito Santo inspirou 95 clérigos, muitos dos quais arcebispos e bispos, para participar, de modo a reunir e experimentar a unidade na diversidade.

Nesta Peregrinação fomos abençoados pela participação do cardeal Telesphore Toppo, um grande apoiador das mensagens, da missão de Vassula e da Unidade. Também devo mencionar o Mons. Rene Laurentin, o famoso mariologista e teólogo, agora em seus anos  90, que nunca perde nenhuma das nossas peregrinações. Desde o início, ele defendeu Vassula, até o ponto de escrever um livro sobre Vassula chamado: "Quando Deus dá um sinal". Além disso, pela primeira vez, o padre Petar Ljubicic da Croácia participou da nossa peregrinação. Ele é um dos sacerdotes a quem os 10 segredos de Medjugorge serão entregues, de modo a revelá-los ao mundo somente quando a Nossa Senhora permitir.  Pe. Petar gentilmente deu seu testemunho sobre o poder das mensagens de A Verdadeira Vida em Deus em um vídeo que agora está disponível na internet.

Screencapture1
Screencapture1
Pe. Laurentin (esq) & Pe. Petar Ljubicic(dir)

A missão de Vassula se estendeu não só à Unidade dos Cristãos, mas também ao diálogo inter-religioso, pois Deus fala com todas as Suas criaturas. Já há nove anos, há uma presença inter-religiosa de Bangladesh em nossas peregrinações. O venerável Mahatero Suddhananda, bem como um imã muçulmano e dois hindus têm participado fielmente de nossas peregrinações, promovendo paz e harmonia em seus discursos.

Apesar das perseguições que a Vida Verdadeira em Deus experimentou e continua a experimentar, a voz de Cristo que chama Seu povo para se converter e se unir não pode ser silenciada. A maré da verdade continua a ganhar impulso, já que a batalha pelas almas se torna cada vez mais feroz, e essa rede que Cristo molda em nossos tempos deve apanhar seus peixes. Jesus disse em 25 de setembro de 1997, "hordas de nações virão conhecer-Nos em uma união íntima". Agora já existem milhares de pessoas em todo o mundo que se inspiraram nessas mensagens. O fato de que nosso grupo de Verdadeira Vida em Deus se multiplica sempre que os leitores das mensagens se reúnem para nossas peregrinações é prova de que o espírito do Senhor está presente, reunindo Seu povo.

Não só as peregrinações crescem em números, também há uma maturidade de amor entre o grupo. Ao lermos as mensagens e nos permitimos converter, entramos na intimidade da união com Cristo, que só pode se expressar em amor uns com os outros. Um dos sacerdotes ortodoxos presentes que foi muito perseguido por apoiar a missão de Vassula disse com alegria: "Esta é a minha família. Eu sinto que esta é a minha família verdadeira". Tomamos consciência da unicidade com Cristo. Somos uma família que transcende a cultura, a denominação, a raça, o status e todas as áreas que permitem às pessoas fazer distinções e semear a divisão. Para se reunir em Roma, muitas pessoas tiveram que fazer muitos sacrifícios.

Screencapture1

Nos últimos anos, tornou-se cada vez mais difícil obter vistos para a Europa Ocidental se você vem da África, Ásia e outros países. Isso exige grande tenacidade e perseverança. Um padre africano disse que viajou 400 quilômetros para chegar à embaixada. Ele então teve que viajar a mesma distância para a viagem de regresso. Ele teve que ir durante esta viagem três vezes antes de finalmente obter o visto. Ele expressou seu apreço pela família da Verdadeira Vida em Deus que o apoiou financeiramente com as seguintes palavras: "Estou escrevendo com lágrimas de alegria e me maravilhando com  o amor incondicional de Deus para comigo e minha família! A oportunidade de participar da 8ª peregrinação ecumênica na Itália - Roma, Eu louvo a Deus por suas provisões ilimitadas e por seus grandes corações de hospitalidade. A minha família, o Bispo e todos os Oficiais diocesanos expressam a sua sincera gratidão pela enorme oferta. "  Esta é a nossa família da Verdadeira Vida em Deus: apoiando nossos sacerdotes e todos os que vêm de países pobres.

Nossa jornada espiritual começou dia 4 de setembro com a celebração da Santa Missa, presidida por Sua Eminência, o Cardeal Telesphore Toppo. Todos os peregrinos compartilhavam um espírito de devoção e unidade e ficaram felizes por estar novamente compartilhando o "Pão da Unidade". Após a Santa Missa, Sua Eminência cumprimentou nosso grupo e expressou sua aprovação pela reunião; clérigos e leigos de diferentes denominações reunidos em nome de Nosso Senhor para proclamar e viver a Unidade dos Cristãos. Como sinal de gratidão pelo apoio contínuo de Sua  Eminência à Vida Verdadeira em Deus, Vassula ofereceu-o, em nome da Verdadeira Vida em Deus, um belo ícone  feito à mão, de Jesus, o "Pantokrator". O cardeal Toppo agradeceu a todos nós pelo bonito presente.

Screencapture1

Depois da missa, partimos para o Angelus na praça de São Pedro, seguido de uma visita a Tre Fontane, o local do martírio e do sepultamento de Paulo. Também visitamos La Madonna della Rivelazione e a linda Basílica de São Paulo Fora dos Muros.

Na tarde desse primeiro dia, houve uma procissão de todo o clero que estava participando da peregrinação. Por sua vez, todos se apresentaram, um a um. Quem assiste a esta procissão com todas as diferentes denominações de igrejas, onde todo o clero está vestido com suas próprias vestes oficiais, não pode permanecer indiferente. Mostra a riqueza da Igreja de Cristo em toda sua realeza, esplendor e diversidade.

No dia seguinte, 5 de setembro, partimos para Lanciano para visitar um local muito especial; o local do milagre eucarístico do século XIV. É um milagre já investigado por cientistas e até mesmo declarado patrimônio da Unesco. É um testemunho poderoso para quem duvida da presença de Cristo na Eucaristia. Tanto a carne como o sangue foram conservados ao longo dos séculos. A carne que está em uma forma desidratada foi declarada como músculo cardíaco vivo e os cinco glóbulos de sangue têm a propriedade de registrar o mesmo peso independentemente de haver um glóbulo ou mais juntos. A Eucaristia é, naturalmente, central para as mensagens da Verdadeira Vida em Deus já que Jesus nos chama a comemorar em torno de uma mesa. Nossa Missa foi celebrada na igreja principal de Lanciano pelo cardeal Telesphore Toppo e concelebrada pelo arcebispo Concessao e pelo bispo Felix Toppo. Tivemos uma recepção muito calorosa do Bispo local que, impressionado, disse que receberam muitas peregrinações ao longo dos anos, mas esta foi, de longe, a maior que já testemunharam. Foi, naturalmente, registrado nos jornais e canais de TV locais. Após a Missa, o prefeito de Lanciano, Mario Pupillo, recebeu calorosamente Vassula e o cardeal Toppo, e depois conduziu Sua Eminência a San Giovanni in Venere para uma turnê.

Screencapture1

No dia 6 de setembro, nossa jornada começou com a benção da Sagrada Liturgia, pois uma Liturgia Divina Armênia  foi celebrada pelo arcebispo Mouradian da Argentina, juntamente com vários arcebispos e bispos da Igreja Armênia. Após a Santa Liturgia, partimos para visitar a Via Appia e as Catacumbas. Embora as catacumbas retratem características da vida dos primeiros cristãos, elas também foram uma inspiração para nós, na medida em que as catacumbas preservavam os túmulos dos primeiros mártires, testemunhas de uma fé pura e firme.

À tarde, visitamos a  "Escada Santa"; os degraus que levaram ao pretório de Pôncio Pilatos em Jerusalém, nos quais Jesus Cristo caminhou durante o julgamento dele. Todos os peregrinos caminhavam nessas escadas em silêncio, rezando e refletindo sobre o que Nosso Senhor havia atravessado. Também visitamos a "Basílica de Santa Cruz de Jerusalém", que foi construída em ma parte do Palácio Imperial da Imperatriz Santa Helena, e depois visitamos a Capela das Relíquias Sagradas, onde vimos um grande fragmento da cruz do Bom Ladrão, o osso do dedo indicador que se diz ser o  dedo incorrupto de Santo Tomé, que colocou nas feridas do Cristo ressuscitado, dois espinhos da coroa de espinhos, três fragmentos da Verdadeira Cruz e um prego usado na Crucificação. Que bênção e que  privilégio ver as "jóias preciosas" que nosso Senhor usou para a nossa salvação.

Screencapture1
'Titulus Crucis'

Depois, à tarde, tivemos a nossa primeira reunião da Verdadeira Vida em Deus na Unidade. Vassula pediu ao arcebispo Concessao  compartilhar uma carta conosco, que ele havia escrito à ela em 2009. Na carta, ele expressou sua reflexão e sentimentos depois de contemplar a pergunta da última peregrinação feita por Vassula, na Grécia, onde Vassula perguntou aos católicos: "O que a Igreja Ortodoxa e outras Igrejas podem  para que os católicos possam dizer que vocês estão agora em plena comunhão conosco e, portanto, a barreira da divisão pode cair". Nesse momento, ninguém realmente deu uma resposta adequada; o arcebispo Concesso respondeu-lhe mais tarde, e sua carta foi lida em voz alta para todos nós. Aqui estão alguns dos principais pontos:

*A unidade cristã tem que acontecer porque Jesus orou por isso. Se Ele não tivesse sido inspirado pelo Espírito Santo ou não tivesse sido a vontade de seu Pai, ele não teria orado por isso.  * A unidade cristã é  obra de Deus e ele tem que trazê-la. Nós somos apenas instrumentos em suas mãos. . * Não podemos programar seu plano de ação. Ele fará isso em Seu tempo e na maneira como Ele o quer. Quem sabe, pode ser uma surpresa, como aconteceu tantas vezes na história, mesmo recentemente, antes de nossos próprios olhos. * Devemos orar como se tudo dependesse de Deus e trabalhar como se tudo dependesse de nós. (Eu acho que este foi o conselho que São Inácio deu aos jesuítas).

Muitos outros clérigos inspirados Pela palestra do Arcebispo Concessao compartilharam sua preocupação e forte desejo de unidade.

Nosso dia terminou com uma Oração de Cura realizada pelo frade Teófilo Rodriguez, que veio do Panamá para estar conosco apenas por dois dias. Na verdade, foi uma honra tê-lo conosco.

Em 7 de setembro, depois do café da manhã, saímos alegres  para a Audiência Papal Geral. Estávamos ansiosos por isso. Para nossa surpresa no entanto,  nosso grupo nunca foi anunciado, embora fôssemos mais de 800 pessoas. Outros grupos, como os de apenas 6 pessoas, foram anunciados. Ficamos todos muito desapontados com essa injustiça, pois nós também, como cristãos e trabalhando tanto para a Unidade fomos ignorados.

Screencapture1

O Rev. John Twisleton refletindo sobre esta experiência disse: "O teor espiritual dos participantes foi evidenciado de Vassula para baixo, na resposta humilde a sermos ignorados pelo pessoal do protocolo na Praça de São Pedro na quarta-feira passada apesar do tamanho do nosso grupo. Pessoal da AVVD não desperdicem suas dores, mas ofereçam-nas, um excelente lembrete para todos nós. Que este sacrifício ajude a progredir o trabalho do Cardeal Koch e seu escritório ecumênico."

Apesar do nosso desapontamento, não perdemos nosso bom humor e esperança. À tarde tivemos uma missa etíope, que foi muito edificante. A Missa foi celebrada pelo Bispo Markos Gebre Medhin. As canções, os louvores e a dança realizada pelos peregrinos etíopes nos deram um sentimento de alegria. A Divina Liturgia foi preenchida com louvores e petições a Deus. Pode-se perguntar: "Qual o propósito de ter igrejas diferentes celebrar a Missa?"; O propósito é que todos aprendem que todas as igrejas pertencem a um Deus e a um Corpo; e que Cristo é o chefe deste corpo. O Espírito Santo nos levou a viver e pôr em prática a Unidade que Cristo desde o tempo em que Ele estava na terra orou a Seu Pai; para que possamos ser um como Ele é um com o Pai. Isso também reflete a Unidade de que os diálogos entre igrejas falam: uma Unidade na diversidade, mostrando as riquezas de cada Igreja.

Nosso dia terminou com nossa reunião regular da AVVD sobre a importância da Unidade. A reunião abriu com o discurso do bispo Joseph Punt. Ele é bispo de Haarlem-Amsterdã. Seu discurso foi tão inspirado que nos pediu um compromisso renovado e mais profundo em nosso trabalho pela unidade. Ele disse: "A divisão entre cristãos sempre foi um pecado, uma ferida profunda no coração do Senhor. Em nossos tempos dramáticos, tornou-se uma ameaça à própria existência do cristianismo e da humanidade como um todo. Devemos nos unir agora! A unificação das datas da Páscoa seria um primeiro passo maravilhoso que agradaria o coração do Senhor ". Ao ter duas datas para a Páscoa, "as igrejas dão um testemunho dividido a este grande mistério e, assim, comprometem a credibilidade e a eficácia em trazer o Evangelho para o mundo". O discurso dele foi, de fato, uma inspiração para os participantes.

Após o discurso do bispo Punt, Padre Damian Weber falou sobre a importância da Unidade e muito nos encorajou a continuar porque Deus está conosco nestas reuniões. Ele disse que nunca deveríamos ter medo da perseguição, mas que devemos continuar a perseverar no caminho da Unidade como fazemos.

Havia muitos mais clérigos de várias denominações, por exemplo o Bispo Markos Gebre Medhin, Pe. Petros Berga e Aba Mesafint, entre outros, que não só expressaram seu entusiasmo pela Unidade dos Cristãos, mas seu desejo de fazer algo sobre isso.

No dia seguinte, fomos em nossa segunda grande excursão a San Giovanni Rotondo, onde Padre Pio viveu por 40 anos. Ele também apareceu à Vassula no passado. Foi uma longa, mas muito bela jornada através das montanhas Abruzzi e, em seguida, ao sul ao longo da costa do Adriático que estava enfeitada com Flores de São José. A viagem demorou 6 horas e foi uma oportunidade maravilhosa para orar e compartilhar nossa irmandade em nossos respectivos ônibus. Pudemos passar  quatro horas nesse santuário que culminou em uma Missa que tivemos o privilégio de ter na mesma igreja onde o padre Pio celebrava. O Arcebispo Concessao, juntamente com o Bispo Toppo, lideraram a Missa. Mais uma vez, fomos recebidos calorosamente pelo sacerdote local que nos contou sobre a vida de Padre Pio. Ele foi muito perseguido no tempo de sua vida, mas os frutos de sua santidade são muito evidentes.

Screencapture1
Quarto do Padre Pio

No dia seguinte, no dia 9 de setembro, visitamos a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro, seguidos da Basílica de Santa Maria Maior e São Pedro em cadeias à tarde.

Durante a noite, durante a reunião programada de Verdadeira Vida em Deus, muitos clérigos que não tiveram a oportunidade de expressar seu apoio à Unidade dos Cristãos tiveram a chance de fazê-lo. Theodora, uma das organizadoras, também foi convidada a ler uma carta do Pe. Petros Berga, que não podia participar de todo o programa de peregrinação devido a deveres pastorais em sua paróquia na Holanda, ainda assim seu coração ainda estava conosco. Ele ficou tão inspirado pelas conversas e diálogos que aconteceu que, ao retornar aos Países Baixos, ele apresentou algumas sugestões sobre como promover a Unidade dos Cristãos.

Além disso, também havia uma carta lida em nome da comunidade etíope ortodoxa em Jerusalém que aplaudiu a nossa reunião e expressou o seu sincero desejo e desejo de paz, unidade e amor.

No sábado, 10 de setembro, fomos para nossa excursão final que foi a Assis para visitar a igreja de Santa Clara e a Basílica de São Francisco.  Nossa missa final foi rezada ali na igreja de Santa Maria dos Anjos. Esta foi uma Missa Maronita celebrada no idioma que Jesus falava: Aramaico, pelo Pe. Nabil Mouannes.  É difícil descrever a alegria e a paixão desta Missa. Os maronitas no Oriente Médio estão vivendo tempos de grandes inquietações e perseguições. As palavras do Bispo capturaram o espírito inflamado da Igreja perseguida no Oriente Médio. De fato, neste momento, os cristãos estão cada vez mais vulneráveis diante de eventos políticos. À medida que o chamado à unidade se torna cada vez mais urgente, podemos em uníssono proclamar ao mundo um Cristo ressuscitado. . .

Screencapture1

 
Espiritualidade
Orações
Discursos
Cartas
Trabalhos
Milagres
Reflexões nas Mensagens
Grupos de Oração
Peregrinações & Retiros
    10a Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Itália
    Rodes 2012
    9a. Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Terra Santa
    8a. Peregrinação Ecumênica de AVVD em Roma
        Palavras de abertura de Vassula Ryden para a Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus em Roma, 2011
        8ª Peregrinação Ecumênica em Roma São Pedro e São Paulo Glorificando a Deus
    Rhodes, Greece 2010
    Retiro de Evangelização em Roma, 2010
    Peregrinação Bíblica na Grécia, 2009
    Retiro no México, 2009
    Reunião no Egito, abril de 2008
    Retiro no Brazil em 2008
    Peregrinação Bíblica na Turquia, 2007
    Retiro em Barcelona, 2006
    Peregrinação no Líbano, Síria e Jordânia, 2005
    Retiro em Meteora, 2004
    Peregrinação ao Egito, 2002
    Peregrinação na Terra Santa em 2000
    Peregrinação na Terra Santa, 1998
Profecias
A Paixão

Orações
Orações Selecionadas das Mensagens
 

Discursos
Discursos de Vassula e vários outros colaboradores listados em ordem cronológica
 

Cartas
Vassula escreve sobre vários temas
 

Trabalhos
Trabalhos e outros escritos de vários colaboradores sobre vários temas
 

Milagres
Um NOVO projeto realizado em Nov 2006. Coleção de gravações de milagres associados com Vassula e a AVVD
 

Reflexões nas Mensagens
Meditações, reflexões e comentários sobre algumas mensagens selecionadas
 

Grupos de Oração
Grupos de Oração de AVVD e Associações
 

Peregrinações & Retiros
Próximas e já realizadas peregrinações e retiros de A Verdadeira Vida em Deus
 

Profecias
Artigos e Inspirações relacionadas a profecias
 

A Paixão
Vassula experimenta a Paixão de Jesus
 

 
 
MENSAGEM DO DIA:

Eu Sou O Seu Primeiro Pai
 
MENSAGEM ANTERIOR:

Eu Estou A Revelar Ao Mundo A Minha Misericórdia
 
 
 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message