DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » Espiritualidade » Peregrinações & Retiros » Peregrinação na Terra Santa, 1998 » O Grande Regresso »

O Grande Regresso

por Vassula

A Ação do Espírito Santo 
O Renovamento da Criação 
O Grande Regresso

Provavelmente, todos tendes conhecimento da quantidade de mensagens que nos são dadas sobre o Espírito Santo, em A Verdadeira Vida em Deus. Talvez porque O tenhamos desprezado muito...

O Senhor ensina-nos, através das mensagens, que não há outra via para a alma senão a de viver segundo o Espírito Santo. O Espírito Santo é um sopro vivo, que sopra em nós uma verdadeira ressurreição da nossa alma atrofiada, a fim de que viva uma verdadeira vida em Deus. Sem o Espírito Santo, somos espiritualmente mortos. Pelo Espírito Santo, nós movemo-nos, respiramos e vivemos, exatamente como os peixes se movem, respiram e vivem na água. Se tiramos o peixe da água, de que ele próprio tira a sua vida, morrerá e secará. Ora, o mesmo se passa conosco sem o Espírito Santo. Eis porque somos chamados a estar unidos Àquele que é a verdadeira Vida e o Doador da Vida que é o Espírito Santo, Àquele que nos gera, nos renova e nos reaviva em Cristo.

"O poder interior em vós é o Meu Espírito Santo, em Quem vós respirais e vos moveis, não deixando jamais de existir. O encanto interior, a grandeza, a eloquência e a beleza, em vós, é o Meu Espírito Três Vezes Santo, que torna a vossa alma imorredoura, cumulada de graça, o Meu céu, o Meu repouso e a morada perfeita, para Mim, vosso Deus Trino mas Uno, na unidade da essência. O intercessor interior, em vós, que eleva o vosso espírito numa nuvem e vos leva à comunhão com os Meus Santos e os Mes Anjos, é o Meu Espírito Santo"  (9.1.96)

Sim, porque pelo Espírito Santo todo o céu olha para a terra, e ouve as nossas orações e leva-as a Deus. Eu enho dito frequentemente o que aprendi das mensagens: que não podemos conhecer Deus senão pelo Espírito Santo e isso não vem da inteligência nem dos nossos pensamentos. Eis porque Deus nos convida a ser amigos do Espírito Santo, para O conseguirmos conhecer e, quando o fizermos, reconheceremos então que Ele Mesmo é a Árvore da Vida em nós; reconheceremos que Ele é TUDO. A nossa vida passará então a ser um verdadiro festival de alegria permanente, porque a presença do Espírito Santo, na nossa alma, é alegria.

"O Espírito Sano será a luz dos vossos olhos, a razão do vosso ser, a proclamação do vosso discurso, o vosso rir e alegria, o ornameno real da vossa alma, o guardião do vosso espírito... Ele será o vosso festejo, o vosso banquete, o tesouro escondido, a pérola, o vosso Hino, o vosso amen ao Amen..."  (9.1.96)

O Senhor deu-nos o Espírito Santo e nós ouvimos o Tema de Amor do Senhor e, deste modo, nós esquecemo-nos da terra pela doçura do Amor de Deus. O Amor do Senhor é uma ardente chama de amor que não permite nenhum pensamento carnal ou terrestre que penetre em nós. Aquele que experimenta este amor tem dele uma incansável sede, noite e dia, e é atraído para ele. O próprio Senhor nos explica isso mesmo, em breves palavras, nesta passagem:

"O poder interior da Minha Igreja é o Meu Espírito Santo, esse Fogo que vos anima, vos purifica e faz do vosso espírito colunas de fogo, braseiros ardentes de amor, tochas vivas de luz, para proclamar, sem medo, a Minha Palavra..." (15.4.91)

O Senhor ama-nos, e muito embora nos tenha tirado do pó, Ele Mesmo nos ornamenta com o Espírito Santo. Sem o Espírito Santo, nós não somos senão um pequeno grão de poeira pecadora, a flutuar neste bem vasto universo. Eis porque o Senhor nos diz:

"O poder interior da Minha Igreja é o Meu Espírito Santo, que vos transfigura, vos eleva e vos transforma em verdadeiras cópias de Mim Mesmo" (15.4.91)

O Senhor instruiu-nos pelo Espírito Santo e com o Seu Corpo e o Seu Sangue puríssimos, e todos os que seguem o Senhor são semelhantes a seu Senhor e Pai. O Espírito Santo faz-nos familiares do Senhor. E o sinal, em nós deste parentesco é a Paz de Deus, de que vós próprios fareis a experiência e  amor que ireis ter por todos. Deste modo, sem Deus, não haverá paz alguma ou amor algum, na alma. Temos aqui uma mensagem que nos mostra como somos familiares do Senhor:

"Meu Espírito Santo será vosso irmão, vossa irmã e vosso amigo fiel" (9.1.96)

O Espírito Santo não Se revela aos que têm orgulho intelectual, mas revela-Se aos simples e aos pobres em espírito. De fato, o Espírito Santo diz:

"Far-vos-ei ricos, através da vossa pobreza; fortes através da vossa fraqueza; zelosos e fiéis, através da vossa miséria; um vivo Altar da Nossa Santidade Trinitária, através da vossa nulidade" (17.7.96)

O Espírito Santo dá-nos a essência da vida eterna. Nós conhecemo-la em parte: o Espírito Santo é vida eterna. A alma vive no Amor de Deus, na humildade e na tenura do Espírito Santo. Mas devemos dar ao Espírito Santo espaço nas nossas almas. Devemos, não apenas abrir-nos a Ele, mas morrer para as nossas paixões e especialmente para nós mesmos, que obstruímos a passagem do Espírito Santo. Certamente, o Espírito Santo é vida eterna. O Espírito Santo diz:

"É em Mim que se encontram a liberdade e o amor (...) Eu sou como um solo rico; se semeais a vossa semente em Mim, a vossa ceifa será a Vida Eterna, e o Paraíso será a vossa morada" (17.7.96)

A alma é como uma esposa e o Senhor é o Esposo; eles ama-se um ao outro e aspiram um ao outro. O Senhor, pelo Seu Amor, aspira à alma e fica triste se não tem lugar nela pelo Espírito Santo, enquano a alma que conheceu o Senhor aspira a Ele, porque n'Ele estão a sua vida e a sua alegria. O Senhor, nesses nossos dias, diz-nos quão desejoso está o Espírito Santo de fazer de nossa alma Sua esposa:

"O Meu Espírito Santo, como um Esposo, aparece, nestes vossos dias, para vos fazer corte, para vos seduzir e vos desposar" (23.12.93)

E como um Esposo, o Espírito Santo ornará a Sua esposa com o Seus dons:

"Eu Mesmo vos cumularei de uma variedade dos dons do Meu Espírito Santo (...) Vinde, vinde ganhar a amizade do Meu Espírito Santo, para vos tornardes Seus colaboradores, a fim de que Ele Próprio vos inicie cortezmente nos Nossos mistérios, abrindo o vosso espírito e os vossos olhos, para compreenderdes e perceberdes o Imperceptível que, no entanto, vos é graciosa e gratuitamente oferecido" (9.1.96)

Nestes dias, Deus envia-nos o Espírito Santo como nunca, na história, para nos renovar e abrir os espíritos, para quebrar o molde que se encrustou em nós, a fim de que sejamos capazes de comreender e conhecer Deus e assim sejamos transformados num outro paraíso.

"Sem o Meu Espírito Santo, mesmo os Meus discípulos jamais Me compreenderam plenamente e tão pouco os Meus Ensinamentos. Mas no dia em que Eu regressei ao Pai, enviei-lhes o Paráclito, a fim de que lhes lembrasse tudo o que lhes disse, quando estava com eles. Agora, Eu estou mesmo prestes a vir a vós, mas vós nem sempre tendes compreendido como e de que modo". (10.12.95)

Em muitas das Suas mensagens, o Senhor fala de um renovamento que está prestes a vir pelo Espírito Santo e que virá pelo fogo:

"Deste modo, quando virdes o céu dissipar-se em chamas e os elements liquefazer-se pelo calor, sabei que é esse o sinal do início da Minha Promessa, dos Novos Céus e da Nova Terra: o Renovamento da minha Igreja, o Renascimento da Minha Igreja, o Renascimento dos vossos corações" (19.12.90)

Depois, numa outra passagem, o Senhor explica-nos o capítulo 21 do Apocalipse: o que significam esses Novos Céus e Nova Terra. Não citarei senão umas breves linhas de um tão longo texto. Nele, compara Nosso Senhor a nossa alma a ua terra e um céu. Eis o que Ele nos diz:

"Permiti ao Meu Espírito Santo que cultive o vosso solo e que faça de vós uma Nova Terra, para fazer prosperar o vosso solo, a fim de ue a vossa primeira terra - que era propriedade do demônio - desapareça. Então, de novo, a Minha Glória brilhará em vós e todas as sementes divinas, semeadas em vós pelo Meu Espírito Santo, germinarão e crescerão pela Minha Luzi Divina" (3.4.95)

Quanto aos Novos Céus:

"O Meu Espírito Santo, consorte do Meu Trono, brilhará nas vossas trevas como um esplêndido sol no céu, porque a Palavra vos será dada para exprimirdes os pensamentos e os discursos que Eu quero que penseis e faleis. Tudo será expresso de acordo com a Minha Imagem e o Meu Pensamento. (...) E como os caminhos dos que tiverem receido o Meu Espírito Santo terão sido retificados, assim também as suas trevas e a sua escuridão serão esclarecidas e restauradas em luminosas estrelas, a iluminar as suas trevas para sempre" (3.4.95)

Texto 2:

"Por isso (...) diz estas palavras: Senhor, dai-nos o Vosso Reino, para que obtenhamos a incorruptibilidade e a deidade, a fim de termos a vida eterna. Amen." (27.2.95)

Texto 1:

"Fica a saber que só os grãos semeados em ti pelo Meu Espírito Santo podem produzir frutos em abundância. Sem essas sementes divinas, a tua alma será sempre um deserto inculto e uma terra ressequida!" (27.2.95)

Quando o Senhor fala aqui do Reino, quer dizer que esse Reino é o Seu Espírito Santo. Por isso, estas palavras poderiam ser: "Senhor, dai-nos o Vosso Espírito Santo, para que obtenhamos a incorruptibilidade e a deidade, a fim de termos a Vida Eterna".

E, finalmente, como para a Nova Jerusalém, uma vez que nós mesmos somos a cidade de Deus, seremos renovados pelo Espírito Santo.

 

O Grande Regresso

Mas, uma vez mais, qual é a esperança da Mensagem? A esperança consiste em que podemos estar seguros de que Nosso Senhor derramará o Seu Espírito Santo sobre toda a humanidade e nos levará a unir-nos completamente e de que o Seu Regresso é iminente...

E porque é iminente, o mesmo Senhor envia à Sua frente o Espírito Santo para nos preparar, e a Esposa do Espírito Santo que é a nossa Santa Mãe, para preparar o caminho a Jesus. Embora Um e Outra sejam perseguidos com verdadeiro frenesim e acossados, não tenhais medo. Deus realizará os Seus Planos, como por Ele Mesmo foram previstos, porque o reino do Reinado de Deus está já ao alcance da mão e, neste reino, a Sua Vontade seá feita, tanto na terra como o é já no Céu.

"A Minha Vontade será feita, assim na terra como no Céu, e sob o Meu Nome, Santificado, muitas nações virão de longe, de todos os confins da terra, a habitar junto do Meu Santo Nome, exaltando a Minha Grandeza, pela divindade que Eu Próprio vos tornei a dar" (19.12.90)

Quando Jesus fala do Seu Regresso, torna igualmente manifesto que não é o fim do mundo. Por isso, como poderá esse mesmo Regresso explicar-se? Quando perguntei a Jesus como é que ele terá de vir, Jesus disse-me apenas isto: "O Amor virá como Amor". O Espírito do Senhor é Amor; e por isso, a meu ver, isso significa que o Espírito Santo nos renovará como nunca, na história, num segundo Pentecostes generalizado, e ensinar-nos-á a viver no Amor de Deus. Deste modo no grande regresso, não se tratava senão  do Espírito Santo. Eis uma mensagem típica, relacionada com o Seu grande Regresso:

"O Meu Regresso é iminente e dou-vos contínuos sinais para vos preparar. O Amor está no Caminho do regresso. Eu estou no caminho do Meu Regresso. Dizei-Me: quando um rei entra numa cidade, não se terão, por ventura, feito, antes, os devidos preparativos para o receber? Toda a cidade estará em efervescência e o rei enviará, à sua frente, os seus escolhidos e a sua corte imperial a abrir-lhe o caminho, tornando-lhe, assim, mais fácil a sua viagem. Enviará os seus mensageiros, para anunciar-lhe a chegada. Pedir-lhes-á que gritem, a alta voz: "Eis o vosso Rei! O vosso Rei chega, com o Seu Coração na Mão para vo-Lo oferecer! A Misericórdia inclina-Se do Céu e do Seu Trono; Ela teve Piedade de vós".

E é justamente por isso que também Eu, antes do Meu Regresso, vos envio à Minha frente a Arca da Aliança, vos envio a Mulher do Apocalipse, a segunda Eva, que esmagará, com o Seu calcanhar, a cabeça da serpente. Envio-vos, à Minha frente, a Minha Própria Mãe, para abrir-vos uma larga estrada, nesse deserto, e para a tornar plana. Envio-vos a Rainha do Céu, a Porta do Céu, para vos preparar e para educar todos quantos de vós ainda jazeis no pó, para virdes fazer as pazes Comigo, vosso Deus, antes do Meu Grande Regresso. (...) Envio-vos os Meus Anjos, para vos lembrarem a Minha Santidade, a Minha Magnificência e o Meu Esplendor. Envio-vos os Meus porta-vozes, para que gritem e proclamem, por sobre os telhados das vossas casas, as Núpcias do Meu Espírito Santo!(...) Depressa, agora muito depressa, rasgarei os céus, abrindo-os, para descer, com toda a força! (10.10.90)

Agora, mais tarde, o Senhor abriu-me o espírito, para compreender mais coisas sobre o Seu Regresso. Acabei por compreender não apenas que Ele virá, mas também que o Espírito Santo nos purificará e nos unirá como um só corpo e que viveremos sob a Divina Vontade de Deus, ficando indissoluvelmente unidos a Ele e que o reino do Seu glorioso reinado, na terra, estará em breve conosco, quando Ele Mesmo disse:

"O Meu Espírito Santo de Graça, agora, está a ser enviado aos quatro cantos da terra, para vos ensinar a ser santos e para vos transformar em seres divinos. A terra transformar-se-á numa cópia do Céu e, assim, a Minha Vontade será feita. A oração que vos ensinei será realizada" (22.4.90)

Bem, isso não será apenas deste modo mas, mais tarde, Deus fez-me compreender um significado mais profundo do Seu Regresso.

No princípio, eu pensava que devia guardar para mim o que assim tinha compreendido e sentia muita hesitação em partilhá-lo hoje convosco ou com quem quer que fosse. Mas cada vez que eu pensava nisso o meu coração saltava de alegria, e essa alegria, reconheço-o hoje, é a Presença do Espírito Santo. Por isso, decidi-me a partilhar o que sei até ao momento presente. Mas antes que me exprima, desejaria preparar-vos com alguns textos dos quatro Evangelhos, tomados depois da Ressurreição.

(Mateus 28,16-18) "Os onze discípulos partiram para a Galiléia, para o monte que Jesus lhes tinha designado. Quando O viram, adoraram-No (...). Jesus disse-lhes estas palavras...".

(Marcos 16,9.12.14) "Tendo ressucitado de manhã, no primeiro dia da semana, Jesus apareceu primeiramente a Maria de Magdala (...). Depois disto, apareceu, com um aspecto diferente, a dois deles que iam a andar, a caminho do campo. (...) Apareceu, finalmente, aos próprios doze, quando estavam à mesa...".

Apareceu aos discípulos de Emaús e nós sabemos que apareceu também a Pedro. Depois, apareceu aos onze:

(Lucas 24,36-43) "Enquanto isto diziam, Jesus apresentou-Se no meio deles e disse-lhes: "A paz esteja convosco!" Dominados pelo espanto e cheios de medo, julgavam ver um espírito. Disse-lhes então: "Por que estais perturbados e por que surgem nos vossos corações tais pensamentos? Vede as minhas mãos e os Meus pés; sou Eu Mesmo. Palpai-Me e olhai que um espírito não tem carne, nem ossos, como verificais que Eu tenho". (...) Ele perguntou-lhes: "Tendes aí alguma coisa que se coma?". Deram-Lhe uma posta de peixe assado; e, tomando-a, comeu diante deles".

(João 20,26:21,13) "Estando as portas fechadas, Jesus veio, apresentou-Se no meio dos Seus discípulos, mostrando-lhes as Suas Chagas; e disse a Tomé que metesse a sua mão na Chaga do Seu Lado, a fim de que acreditasse. Mais tarde, mostrou-Se de novo aos discípulos; isto aconteceu nas margens do Lago de Tiberíades. Aí mesmo tinha Ele Próprio acendido um lume com peixe em cima. E assistiu de novo à refeição dos Seus discípulos."

O Espírito Santo revela-me, mas sem pormenores, que o Regresso de Nosso Senhor poderia ser semelhante ao texto que acabamos de partilhar. Poderia fazer-se da mesma forma que Ele Próprio o fez antes. Depois da Sua Ressurreição, apareceu durante vários dias a diferentes pessoas, com o Seu Corpo glorioso. Deste modo, segundo o que eu compreendi, o Seu Grande Regresso poderia fazer-se de uma forma semelhante, mas mais poderosa ainda. A forma como se faria o Grande Regresso não seria, pois, nada de novo nem extravagante.

Ouvimos muitos teólogos dizer que o Corpo místico que é a Igreja atravessa uma tribulação que pode ser comparada à Paixão de Cristo. O próprio Senhor nos diz que é deste modo. Nós sabemos que, depois da Paixão, há a Ressurreição; e depois da Ressurreição, as aparições de Cristo. Por isso, poderia acontecer que o Grande Regresso que Jesus anuncia se fizesse deste modo? Aparecerá, então, com o Seu Corpo glorioso, aqui e além, um Corpo que pode alimentar-se com o nosso alimento normal e que, no entranto, pode aparecer e desaparecer. Tal como a hóstia se multiplica, assim Ele poderia estar em toda a parte, ao mesmo tempo, e cada um poderia vê-Lo, sem para isso ser necessário cair em êxtase.

Queria partilhar isto convosco, mas lembrai-vos: foi sem me dar pormenores que o Espírito Santo me fez aproximar da franja daquilo mesmo que Ele entende pelo Seu Grande Regresso.

"O tempo está quase no fim. Venho ajudar-Vos, venho ao encontro dos vossos oprimidos; Eu regressarei pelo mesmo caminho que vim. (...) Eu venho; e, deste modo, estai preparados para Me acolher, ó filhos! "( (22.7.92)

"Bem-amados, sede vigilantes e ativos, e ouvireis os Meus Passos. O Verbo está agora verdadeiramente próximo de vós e no caminho do Seu Regresso" (19.12.90)

E terminarei, partilhando convosco duas mensagens de nossa Santa Mãe:

"Ecclesia reviverá! Coragem! (...) Está para chegar um batismo, e que batismo ele será! Jesus batizará a terra com o fogo! Eu continuarei a aparecer até esse dia. Por conseguinte, agora, é o tempo do arrependimento; agora é o tempo da reconciliação. (...) Deus pede a cada alma que se arrependa. (...) Sabei que, sem fervorosas orações, não podereis ver o Reino de Deus. O Seu Reino, na terra, está já ao alcance da mão" (23.4.93)

"Está próxima a hora em que uma luz brilhará do Alto e os Nossos Dois Corações, como duas lâmpadas resplandecentes, uma próxima da outra, reavivarão este mundo, levando-o, da escuridão à luz. Estes Dois Corações, que o mundo combatia, por fim, prevalecerão! E os reinos do mundo passarão e serão substituídos pelo Reino de Meu Filho... Tudo isto está agora muito próximo de vós! Quando sairdes daqui (da Igreja), ide com a Paz do Senhor e a Minha Paz"  (29.11.92)

Ecclesia reviverá. Amen.

 

 
Espiritualidade
Orações
Discursos
Cartas
Trabalhos
Milagres
Reflexões nas Mensagens
Grupos de Oração
Peregrinações & Retiros
    10a Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Itália
    Rodes 2012
    9a. Peregrinação Ecumênica de A Verdadeira Vida em Deus na Terra Santa
    8a. Peregrinação Ecumênica de AVVD em Roma
    Rhodes, Greece 2010
    Retiro de Evangelização em Roma, 2010
    Peregrinação Bíblica na Grécia, 2009
    Retiro no México, 2009
    Reunião no Egito, abril de 2008
    Retiro no Brazil em 2008
    Peregrinação Bíblica na Turquia, 2007
    Retiro em Barcelona, 2006
    Peregrinação no Líbano, Síria e Jordânia, 2005
    Retiro em Meteora, 2004
    Peregrinação ao Egito, 2002
    Peregrinação na Terra Santa em 2000
    Peregrinação na Terra Santa, 1998
        Mensagem de Yahweh através de Vassula
        Introdução de Vassula
        A União do Amor Divino na Santíssima Trindade
        A União nos Corações
        O Coração do Pai
        O Grande Regresso
        Como Cultivar a Verdadeira Vida em Deus
Profecias
A Paixão

Orações
Orações Selecionadas das Mensagens
 

Discursos
Discursos de Vassula e vários outros colaboradores listados em ordem cronológica
 

Cartas
Vassula escreve sobre vários temas
 

Trabalhos
Trabalhos e outros escritos de vários colaboradores sobre vários temas
 

Milagres
Um NOVO projeto realizado em Nov 2006. Coleção de gravações de milagres associados com Vassula e a AVVD
 

Reflexões nas Mensagens
Meditações, reflexões e comentários sobre algumas mensagens selecionadas
 

Grupos de Oração
Grupos de Oração de AVVD e Associações
 

Peregrinações & Retiros
Próximas e já realizadas peregrinações e retiros de A Verdadeira Vida em Deus
 

Profecias
Artigos e Inspirações relacionadas a profecias
 

A Paixão
Vassula experimenta a Paixão de Jesus
 

 
 
MENSAGEM DO DIA:

Eu Virei A Vós Inesperadamente, Numa Coluna De Fogo Ardente!
 
MENSAGEM ANTERIOR:

Jesus Convida Afectuosamente A Tomar Parte No Seu Corpo
 
 
 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message