DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » As Mensagens »

Uma Parábola - Os Corvos E A Colheita

16.5.1988

Mais tarde.

- Jesus?

- Eu Sou. Reza por todas aquelas almas que ainda não compreenderam a Santa Bíblia e interpretam mal tantas das suas partes, eliminando passagens completas que bem poderiam iluminar-vos e arrancam preciosos elementos que poderiam esclarecer-vos. Ouve e tenta compreender: Era uma vez um semeador que tinha preparado um enorme campo. Tinha escolhido as sementes mais valiosas e capazes de produzir o melhor trigo! Quando a sementeira estava pronta (e que sementeira abundante!) o inimigo mandou um grande bando de corvos pelo campo que havia sido preparado com tanto amor e sacrifício, e já outrora havia produzido uma colheita abundante, a ponto de dar alimento a um país inteiro, sem ninguém deixar na indigência. Mas os corvos, propositadamente enviados pelo inimigo do semeador, começaram a apanhar com o bico, aqui e além, toda a sementeira, devorando e devastando até mais não poderem. Se o semeador se não tivesse dado conta de um tal desastre a tempo e não tivesse enviado prontamente os seus servos a caçar os corvos, toda a messe teria sido destruída, certamente.

- Senhor, e quereis explicar agora, por favor?

- Vem. O semeador sou Eu, o Senhor. A sementeira é a Minha Palavra 1 . O inimigo é Satanás. Os corvos são aquelas almas, influenciadas por Satanás que, no decurso dos anos, destroem, de vez em quando, elementos importantes da Minha Palavra. Mas Eu, Jesus Cristo, o Senhor, manifestar-Me-ei muitas vezes, para voltar a dar-vos essas partes que faltam; Eu embelezarei e restaurarei a Minha Igreja. Amo-vos, Criação. Toda a Minha Igreja será renovada. Estes elementos que vos serão devolvidos embelezá-La-ão e torná-La-ão perfeita. Mas, primeiramente, coroarei Pedro, Pedro dos Meus Cordeiros. Eu mesmo Ihe dei este nome, que conservará. Entrarei no Meu Templo, justamente como fiz, quando vivia na terra, e ferirei com o Meu Cinto de Integridade todos esses impostores. Penetrarei no Meu Templo com força e derrubarei todos os adoradores do dinheiro. Penetrarei em "Jerusalém", para que a Nova Jerusalém possa começar a ver a Luz. Suprimirei esses blocos e abrirei o Caminho. Isso, Minha Vassula, será conhecido como a Grande Tribulação da Minha Igreja. Porei, então, nas mãos de Pedro, um ceptro de ferro, com o qual guardará as Minhas ovelhas e, por aqueles que não conhecem e se interrogam ainda: "Mas para que devemos nós ter um guia?", Eu mesmo vos direi: "E alguma vez ouvistes vós falar de um rebanho sem pastor?". Eu sou o vosso Divino Pastor e escolhi Pedro para guardar os Meus cordeiros até ao Meu Regresso; dei-lhe a responsabilidade. Para quê, pois, todas essas disputas? Para quê todas essas fúteis discussões? E, para aqueles que não conhecem ainda as Minhas Palavras, digo que as leiam nas Escrituras, que elas estão no testemunho de João, Meu discípulo (Jo 21, 15-17). Eu, pois, unirei a Minha Igreja e rodear-vos-ei com os meus Braços, num só rebanho, porque, atualmente, vós estais todos dispersos pelo proliferar de tantas comunidades, em grupos divididos. Tendes lacerado o Meu Corpo e ISTO NÃO PODE SER! 2 Eu unir-vos-ei a todos.

Neste momento, Jesus pretende unir, não apenas os católicos romanos, ortodoxos e protestantes, mas também outros grupos, e até mesmo as seitas.

- Depois, Eu e Pedro trabalharemos juntos. Mostrar-lhe-ei os Meus elementos escondidos; mostrar-lhe-ei muitos dos Meus Mistérios, para torná-lo capaz de os ensinar aos Meus filhos e, por este ensinamento, vós mesmos vereis um Novo Céu e uma Nova Terra. Eu, o Senhor, renovarei os muros do Meu Santuário.

Ah! Vassula! Há tanto que reparar; permite-me que disponha de ti.

- Sim, Senhor; dai-me a força necessária, Vo-lo peço. Amém.

- Deixa que o Meu Dedo esteja sobre o teu coração, para conservar o Meu Altar inflamado; Eu, Deus, amo-te, apesar da tua absoluta nulidade; dar-te-ei a força necessária para te tornar capaz de cumprires a tua missão, essa missão para a qual te enviei. Não desanimes, sê paciente. Voltarás bem depressa para Casa, para junto de Mim, de Nós 3 . Recebe a Nossa Paz. Reza pela Renovação que terá a Minha Igreja.

Eu, o Senhor, amo-vos a todos. Nós?

- Sim, Senhor, para sempre.

- Vinde.

Daniel, o Anjo da Guarda de Vassula, que protege a sua alma.

Vassula desenhou, com a sua própria mão, guiada pelo Anjo da Guarda que, nos primeiros meses da Revelação, lhe dava as Suas Mensagens.


1 a Santa Bíblia
2 aqui, Jesus foi categórico
3 Nossa Senhora estava conosco e lembrava-me a minha visão, sucedida quando tinha apenas 10 anos

 

Listagem Cronológica
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Cronológica
 

Listagem Alfabética
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Alfabética
 

Pesquisa nas Mensagens
Pesquise no texto das Mensagens
 

Mensagem Aleatória
Selecione uma Mensagem Aleatóriamente
 

Meu Anjo Daniel
O amanhecer das mensagens. Vassula conversa com seu anjo da guarda Daniel
 

Manuscrito Original das Mensagens
O Manuscrito original das Mensagens online
 

Livro Online
As Mensagens agora estão disponíveis para leitura como um livro online
 

 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message