DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » As Mensagens »

Aqueles Que Travaram Guerra Contra A Cruz

6 de Junho de 2000

- A Escritura diz-nos que
não tenhamos medo
de nos aproximarmos
do trono da graça
para receber a misericórdia
e para encontrar graça,
sempre que tenhamos necessidade
de ajuda
1 .

Agora, do Céu, Vós mostrais
(e eu diria mesmo
que Vós fazeis exibição)
a Vossa misericórdia para conosco,
para transformar o nosso estado atual
num estado melhor que nos levará
ao caminho da salvação;

o Trono da graça decidiu-se;
o Trono da graça,
perturbado com a acumulação
dos pecados,
antecipou-se e deu uma ordem:

"Nós dissemos:
"felizes os puros de coração,
porque verão a Deus"
;
hoje, esta geração,
que finge não Nos compreender
em tempo algum Nos verá
e, no seu estado, jamais alcançarão
o seu lugar de repouso;
no seu estado atual de pecado,
como faremos Nós alguma vez
a Nossa morada neles,
e eles em Nós?
Ó geração devastada!

Só de Nós virá a salvação;
a Nossa Infinita Misericórdia
obriga-Nos a derramar
sobre esta geração
graças acrescidas e imerecidas;
a Nossa Misericórdia
salvará muitos dos Nossos filhos
que sem cessar resistem
ao Nosso Amor;
do Trono das graças,
eles mesmos receberão a misericórdia
para alcançarem a perfeição requerida
para entrar no Céu;

pela Nossa misericórdia,
Nós Mesmos elevaremos as almas,
mas infelizes desses corações que são tão maus,
que desejariam minorizar ou caluniar
ou recusar-se a acreditar
na Nossa misericórdia;
será com Justiça
que eles virão a ser punidos
por blasfemar contra a Nossa misericórdia!"

Como é possível
que uma incessante e vil batalha
seja travada contra a
Vossa Misericórdia
por tantos dos que pertencem
à Vossa própria Casa?

Como é possível que,
conhecendo a Escritura,
eles não tenham consciência
das inspirações interiores
do Vosso Espírito?
Como é possível
que não tenham capacidade de
reconhecer Os Três
2
que dão testemunho no Céu?

Vós, meu Deus,
pelo Vosso Supremo Amor
e pela Vossa Suprema Misericórdia
decidistes escolher
uma criatura incapaz e fraca,
designando-a para agir
segundo as Vossas ordens,
ordenando-lhe que profetizasse,
e isto significa transmitir
a Vossa Palavra;

foi-lhe ensinado oferecer orações,
súplicas e sacrifícios,
para ganhar uma audiência
da Vossa parte;
foi-lhe ensinado oferecer
a sua vontade;

eu fiz, meu Senhor, todos os esforços,
por me apresentar diante de Vós
como uma operária experimentada,
sem motivos para se envergonhar,
mas que guarda as mensagens
de verdade num reto caminho;

eu fui chamada por Vós, e respondi;
fui chamada por Vós, e reconheci-Vos;
fui chamada por Vós,
e arrependi-me dos meus pecados;
fui chamada por Vós,
acusaram-me e acusam-me ainda
porque Vos respondi;

Vós ungistes-me para que dê testemunho,
mas eles ergueram as suas vozes
para sufocar a Vossa Voz.

- Minha filha, fizeste um trabalho leal ao Meu Espírito, ajudando a Minha Igreja; estiveste e estás ainda ao serviço do Meu povo; correspondeste ao Meu apelo.

Olha, Vassula, a Minha Misericórdia é oferecida a todos os que apelam pelo Esposo; a Minha Justiça permite hoje à Minha Misericórdia que se aproxime dos mortos 3 , cujo fedor atingiu as Minhas narinas, para os ressuscitar. Isto é feito pela Divina Misericórdia. Mas a Justiça salvadora da Misericórdia diz isto a todos: não permitais ao vosso coração que vos governe e vos diga: "como é possível que Deus fale assim tanto a esta mulher?". É abater o Meu Apelo de Misericórdia; por outras palavras, é abater-Me a Mim próprio. O comportamento de tais pessoas é modelado pela forma de pensar deste mundo contemporâneo. Acaso não leste: "Quem alguma vez conheceu o pensamento do Senhor? Quem alguma vez foi o Seu conselheiro? Quem Lhe deu seja o que for, de forma a que os seus presentes não sejam senão uma dívida restituída?" Porventura, não compreendestes como são ricos e insondáveis, a Minha Sabedoria e o Meu Conhecimento? Como é que uma simples criatura se atreve a erguer a sua voz e declarar que ela mesma atingiu a raiz das Minhas decisões ou das Minhas Vias, sem ela própria se condenar?

Por isso, Minha filha, tudo o que existe vem de Mim, é causado por Mim e existe para Mim. Sim, Vassula, Eu chamei-te e tu respondeste-Me, a fim de que fales por Mim; Eu chamei-te para que faças exibir, como tu própria o disseste, a Minha Misericórdia, a fim de que por este Divino Apelo muitos pecadores sintam compunção e sejam induzidos a fazer as suas pazes Comigo e a arrepender-se; por conseguinte, sempre que eles vêem como Eu te trato e quantas graças Eu derramo em ti, outros podem também ser atraídos pela Minha Ternura e decidir-se a mudar as suas vidas e começar a viver uma verdadeira vida em Mim, sabendo que, uma vez que se decidirem por Mim, também eles saborearão a Minha doçura. As suas devoções aumentarão e os que viviam sem nenhuma devoção aprenderão, também eles, a rezar sem cessar...

Hoje, o teu Criador diz-te que, no teu silêncio, Eu encontro o Meu repouso; nos teus amorosos suspiros por Mim, teu Senhor e teu Deus, recebo Eu grinaldas de glória perfumada; no teu zelo pela Minha Casa, recebo o louvor e o Meu Corpo é acalmado de Meus algozes pelo bálsamo do teu amor. Como uma corrente dourada, magnífica de ver, Eu quero transformar-te aos Meus Olhos, Minha bem-amada; Eu sou o teu Criador e a tua Salvação.

Não, Eu antecipei-Me a ti, sem mérito algum da tua parte, mas quando Eu te vi, amei-te; decidi não te privar das Minhas graças, mas tão pouco da Minha Cruz. Para te levar ao centro do Meu Coração, Eu tinha de te diminuir, mas não tinha, nem cajado erguido, nem voz; conduzi-te a Mim pela Minha amorosa condescendência. Foi apenas no momento em que havias renascido que o Meu Espírito te levou a gritar: "Abba!".

Para cúmulo da alegria, o Meu Espírito, juntamente Comigo e com o Pai, abençoamos-te três vezes e, além disto, imediatamente, reunimos as Cortes do Céu e dissemos-lhes:

"Ganharemos uma grande honra com a Fraqueza; no fim, a vitória será Nossa, mas 4 quando as notícias chegarem aos que ferem a Igreja, eles mesmos avançarão maldosamente contra a Nossa filha; com selvajaria, bandos de gente de corações endurecidos demonstrarão a maldade de seus corações; mas ela continuará ligada a Nós e será para todos eles um sinal evidente de que Deus Trino está com ela; e embora, a um dado momento, lhes pareça que ela perde, em pouco tempo, eles próprios se darão conta de que todas as suas intrigas não levaram a nada; Nós Próprio dotaremos de coragem o seu espírito, para o Nosso Plano Salvador, e quando ela falar por Nós, falará com autoridade, porque seguirá o Nosso Comando Real. A princípio, os oficiais não prestarão atenção alguma, tanto a ela como aos Nossos dizeres; ignorarão os Nossos Editos Reais, enquanto a Nossa Autoridade, por meio dela, se espalhará em cada nação; e enquanto os Nossos Familiares começarem a renovar-se e a renascer pelo Espírito Santo, o governador da besta, aquele que se atreve a condenar-Nos, aquele que trata nobres corações como criminosos, avançará com uma força maciça contra a Nossa filha e o Nosso Nobre Tema; mas, na realidade, seremos Nós que iremos ser o seu alvo. Ao dar-se conta de que o Nosso Tema de Amor o põe em perigo a ele 5 e seus adeptos, uma vez que Nós os descobriremos, tanto a eles como a seu plano longamente preparado contra a Igreja, revelando a todas as nações que eles as iriam forçar e encadear, para as nutrir, um dia de naturalismo e no dia seguinte de racionalismo; forçando-as a seguir a sua lei, acabarão por desejar submeter a Minha Voz. Como diz a Escritura, assim acontecerá.

A Escritura 6 diz: "Espalharam a carne e o sangue dos teus santos ao redor de Jerusalém e não havia ninguém para os sepultar" (Sl 78,3). Com efeito, "a besta que sai do Abismo, como diz ainda a Escritura 7 , far-lhes-á guerra, vencê-los-á e matá-los-á8 . Os seus cadáveres permanecerão na praça da grande cidade chamada, simbolicamente, Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado".

Uma cidade de Cristo, populosa e de nome, conhecida como cidade eterna, não cessa nunca de rejeitar os Nossos Apelos, como as rejeições de Sodoma; entretanto, eles mesmos clamam pela sua abertura, pela sua abertura ao Nosso Espírito. Mas será justamente o contrário: crucificarão todas as palavras que Eu dou, cravando-as no madeiro.

Perante isto, muitos sacerdotes se apresentarão em lágrimas diante do altar e, soluçando, dirão: "Senhor, não permitais que a ruína caia sobre a Vossa Casa; Vós Mesmo vistes a vingança daqueles 9 que juraram ir contra as Vossas santas Regras e, em lugar de julgar os sábios para (como eles mesmos dizem) o bem-estar da humanidade, esses verdadeiros chacais zombam da Vossa Divindade e atiram flechas venenosas contra a nossa fé. Para fortalecer o Vosso povo e fortificar e avisar os Vossos sacerdotes, descestes ao meio de nós com a Vossa força gloriosa, designando os ventos como mensageiros e as chamas de fogo como Vossas servas, para Vos dar glória; Vós Mesmo as escolhestes, para serem portadoras do Vosso Santo Nome e as fazerdes exibir, a fim de Vos fazer honrar, fortificando os Vossos Familiares e voltando a reunir o Vosso rebanho e para ajudar a Vossa Casa a ser de novo chamada Única Casa de Oração; nós Vos dirigimos as nossas ações de graças pelo Vosso Amor Misericordioso e por terdes encontrado uma forma de nos reerguer a todos da apatia. Mas agora, olhai, enquanto os cadáveres cobrem a Vossa cidade 10 e a besta, com os seus adeptos, os espezinham, alegrando-se e celebrando a sua morte, olhai como eles se alegram todas as vezes que um juízo negativo é pronunciado pelos Vossos oficiais contra os Vossos próprios escolhidos; por isso, por que preço ainda o Sangue de Cristo, que Se ofereceu a Deus pelo Eterno Espírito, inocente como era, purificará a nossa consciência das ações mortas, a fim de que possamos adorar o Deus Vivo? Quanto tempo precisarão ainda os Vossos oficiais, para compreender que, rejeitando as Vossas intervenções mais misericordiosas que nunca, eles mesmos passam a ser, sem o saber, colaboradores do governador da besta e de seus adeptos? Senhor todo misericordioso, Vós encontrastes um meio de nos pôr a todos de sobreaviso contra aquele que ostenta a pretensão de que é Deus. Mas agora, olhai como eles viraram o assalto contra Vós, para fazer calar as bocas daqueles que Vos louvam; Nosso Senhor e Rei Celeste, vinde em nossa ajuda! Revelai-Vos com poder, nestes tempos de grande angústia".

Então, uma terrível perseguição será imposta como um decreto, embora no início não haja palavra alguma de forma escrita; os santos e as nossas almas escolhidas serão constantemente espezinhadas ou calcadas a seus pés e esmagadas, uma vez que, pelos Nossos porta-vozes, para avisar o Nosso povo, Nós Mesmos revelamos as intrigas dos poderes do mal. Desde o início dos Nossos Apelos Misericordiosos, queríamos avisá-los de que esses poderes do mal que nos desafiam irão projetar a alteração das Estações e da Lei; depois, virá um tempo em que os Nossos Familiares não terão nada a dizer contra esses poderes de Satanás e contra as forças obscuras 11 e nem sempre compreenderão, mesmo quando forem testemunhas da espada erguida contra a Cruz; o governador dos poderes do mal retirá-La-á dos lugares públicos e, juntamente com a besta e todos os seus adeptos, prosseguirão o seu plano de descristianização do Nosso povo; e, ainda então, os Nossos oficiais ficarão cegos e continuarão a ignorar as Nossas Misericordiosas intervenções, passando a ser, sem que o saibam, associados que travaram guerra contra a Cruz.

Então, quando eles mesmos se derem conta de que tinham pecado e de que os seus constantes debates sobre qual seria o melhor meio de subjugar e reduzir ao silêncio os Nossos profetas ajudavam o inimigo, eles próprios confessarão:

"Senhor, nós pecamos e agimos mal, porque traímos o Vosso ensinamento; não ouvimos os Vossos mensageiros e apenas os consideramos irrefletidamente; eles falavam em Vosso Nome a todos os povos das nações; a Vós, Senhor, pertence a Justiça salvadora; mas nós não escutamos..."

É o que Nós Mesmos ouviremos. Como vedes, pouco importa como a Nossa filha será examinada e reconhecida como verídica, tendo embora todos os sinais que são necessários e as bênçãos que lhe vêm do alto; os conspiradores, com insolência, prosseguirão os seus desígnios malvados; em cada nação, eles mesmos terão um governador e terão todo o prazer nas suas más ações; mas, ao lado dela, Nós colocaremos um príncipe das Nossas Cortes Celestes, um príncipe das mais altas fileiras, para ser o seu guarda, a fim de a ajudar a detectar as palavras mentirosas e os corações pervertidos; amigos, rebeldes e pecadores, juntos, serão chamados e revelados, e a Nossa corrente dourada se estenderá nos seus grupos; e Nós, no seu centro, chamaremos cada um pelo seu nome.

"Eis o vosso Senhor, o vosso Verdadeiro Esposo, que vem com poder. Então, não ouvistes dizer que o Meu Braço Me submete todas as coisas criadas? Deverei agora privar-vos dos Meus abraços, dado que tanto massacrastes o Meu Corpo? Ou terei de privar-vos do Meu Amor Misericordioso ou da Minha Bondade, uma vez que vos não destes conta da vossa apatia? Oh! Não! O Meu Amor obriga-Me a salvar-vos também a vós e Eu não vos privarei dos Meus abraços, e tão pouco vos privarei da Minha doçura porque, fazendo-o, vós morrereis".

A Nossa Eterna e Santa Sabedoria, que é mais doce do que o mel, fará a corte aos seus corações, a fim de que os seus corações possam espalhar a doçura da Sabedoria e declarar:

"Não há senão um só Deus
uma só fé e uma só Igreja!"

E isto soará aos Nossos Ouvidos como um hino melodioso; será o Nosso triunfo.

Eis o que Nós Próprios dissemos, quando reunimos as Cortes Reais do Céu.

Estai contentes por centrar os vossos pensamentos em Mim e nas Minhas divinas intervenções; e a vós, que dizeis: "nós não temos necessidade de ver maravilhas", Eu digo-vos: "Metei a língua na caixa e não considereis as Minhas intervenções Misericordiosas como uma agressão; dai ao Meu povo a graça de ser salvo pelas maravilhas que Eu faço, nesta vossa era obscura; fazei, pois, o que é justo e que é justamente o caminhar humildemente Comigo, vosso Deus".

Minha Vassula, aprende que tudo está sob o Meu Cetro; vem contemplar a Minha Justiça salvadora.

- Como é possível que eles não tenham acreditado ou compreendido a Vossa linguagem? 12

- Eles não compreenderam a linguagem do Esposo, porque lhes falei em termos do Meu Espírito e não em termos eruditos da filosofia humana; por isso, Minha bem-amada, pensa como Eu e louva-Me, alegrando-te, e não ouças os que não têm correspondido ao Meu Hino de Amor; crê na Escritura que diz: "Como são belos, os pés dos mensageiros da Boa Nova..." 13 A Escritura nunca mente.

Sê enxertada em Mim.


1 Heb. 4,16.
2 O Pai, o Filho e o Espírito Santo.
3 Morto espiritualmente.
4 Logo que este "mas" foi pronunciado, parecia que todos os Anjos e Santos tinham compreendido, antes de ouvir o resto porque, pelo tom em que ele foi pronunciado, eles sabiam que tristes notícias iam seguir-se; imediatamente, a expressão dos seus rostos passou a ser grave e solene.
5 Ele e os seus adeptos são forças obscuras da nossa época que tomam posse do mundo e que combatem a divindade de Cristo e Deus Pai; e combatem igualmente a Cruz.
6 1 Mac 7,17.
7 Ap 11, 7-8.
8 Negando o fato de que Cristo e a Virgem Maria nos falam como duas testemunhas, as forças do mal matam, de forma simbólica, os porta-vozes que são enviados por Jesus e Maria.
9 As forças do mal.
10 Por causa da Apostasia.
11 Os poderes do mal, no mundo.
12 Rm 10,16.
13 Rm 10,15.

 

Listagem Cronológica
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Cronológica
 

Listagem Alfabética
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Alfabética
 

Pesquisa nas Mensagens
Pesquise no texto das Mensagens
 

Mensagem Aleatória
Selecione uma Mensagem Aleatóriamente
 

Meu Anjo Daniel
O amanhecer das mensagens. Vassula conversa com seu anjo da guarda Daniel
 

Manuscrito Original das Mensagens
O Manuscrito original das Mensagens online
 

Livro Online
As Mensagens agora estão disponíveis para leitura como um livro online
 

 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message