DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » As Mensagens »

Não Duvides Nunca Da Nossa Uniăo Bendita

Domingo, 2 de Novembro de 1997

Enquanto assistia à Missa, na Igreja Ortodoxa Grega, de repente fiquei dominada pelo temor, pensando que poderia não estar disposta para receber o nosso Bom Senhor na Santa Comunhão e que, nesse caso, poderia atrair sobre mim, com verdadeira ira, o Juizo de Deus.

Enquanto estes pensamentos iam e vinham ao meu espírito, senti de repente no meu coração uma alegria e uma delícia que, mesmo a virem primeiro do meu próprio coração, me pareceram espalhar-se como um quente líquido tranquilizador que chegava a atingir-me até ao interior dos meus próprios ossos. Ao mesmo tempo que sentia esta consolação, a minha alma transformava-se, de forma a sair dos seus medos e melancolia, e a entrar em delícias e luz. Nesta alegria, a minha alma louvou o Senhor e cantei-Lhe em silêncio. Ressuscitei.

Então, de repente, vi o Senhor abrir a Sua Boca para me dizer algo. Não podia deixar de notar quanto Ele estava alegre. Com delícia, enquanto abria o Seu manto cinza-azul, disse-me:

- Vem a Mim...

Este Seu gesto atraiu-me, como o ferro é atraído e dominado pelo íman. Do mesmo modo, a minha alma foi irresistivelmente atraída pelo Seu Coração.

E vi-me, de cabeça apoiada no Seu Seio. Então, mais ternamente que nunca, o Amante da humanidade disse-me:

- Ah! A que ponto podes ser miserável!

- Eu pensava: "alguém poderá estreitar fogo ao meu peito, sem lançar fogo ao seu seio?". Eis-me, estreitando o Sagrado Coração: como não poderia o meu próprio coração ser dominado por um fogo de Amor?

Enquanto pousava a minha cabeça sobre o Seu Divino Coração e assim repousava sempre no Seu Seio, senti o Seu Seio desfazer-se e a minha cabeça ser absorvida pelo Seu Corpo. A minha cabeça atravessou-O e penetrou no Seu Sagrado Coração e vi-me então com a cabeça englobada no Seu Coração, repousando assim sobre o Filho, Que é o mais próximo do Coração do Pai.

- Este Coração é o teu lugar de repouso. Vaso-da-Minha-Luz, este Coração é o único, o Primeiro e o último lugar em que as vossas almas atormentadas encontrarão uma paz e uma doçura eternas e afectuosas.

Enquanto o meu Bem-Amado me dizia estas doces palavras, Ele Mesmo pôs os Seus Braços ao redor de mim, apertando-os contra mim, acabando assim por me estreitar ainda mais no Seu Seio e, como uma pessoa que deseja proteger uma outra do frio, escondeu-me completamente no Seu Manto.

Este modo de me possuir era como o de alguém que tivesse medo de perder aquela que possui.

Enquanto eu vivia esta experiência na Igreja, perguntava-me se sim ou não a deveria escrever. E então, Ele diz-me:

- Escreve-a, para benefício das almas e, quando tu escreveres, Eu Próprio Me encarregarei também de escrever a Minha parte.

O Coração do Senhor absorveu agora inteiramente a minha cabeça. Era como que uma porta para o Céu e, durante esses deliciosos momentos, enquanto minha alma gozava dessa doçura e dessa ternura inefáveis, nesse repouso celeste, a minha cabeça era constantemente coberta de carícias.

- Eu prodigalizava à tua alma os Meus favores. Peço-te, agora, que te mantenhas no Meu Coração deste modo. Fica Comigo, Minha bem-amada.

Depois, enquanto a minha alma se sentia embriagada, como que dominada pelo vinho, o Senhor fez-me saborear, no Seu Coração, a Sua Própria doçura, lembrando-me o doce sabor da nossa Santa Comunhão 1 e, ao mesmo tempo, a minha cabeça foi coberta por um doce perfume, uma vez mais com a Santa Comunhão.

Enquanto eu me sentia assim, sempre nesse repouso, notei que a minha circunvizinhança se enchia de fumo, um doce fumo de incenso. Numa tal e bem serena circunvizinhança, continuava a ouvir o meu Senhor e Bem-Amado repetir estas palavras:

- Fica aqui, permanece em Mim; depois vem, avança e recebe-Me. Sê a Minha delícia e habita aqui.

Eu suspirava, interrogando-me sobre o que poderia assim deleitar tanto nosso Senhor, numa criatura como eu, o zero dos zeros. Ele, o Ser Perfeito, Ele que Se basta a Si Mesmo, como era possível imaginar sequer que me tivesse olhado por duas vezes que fosse?

- A tua completa miséria comove o Meu Coração e todo o Meu Ser, a um tal ponto, que Meus Olhos se enchem de lágrimas de Misericórdia, todas as vezes que olho para ti.

Eu estava para dizer algo...

- Não, não fales. Absorve a Minha Paz e satisfaz o teu coração nesse silêncio; goza destes momentos de graça e absorve a doçura que te oferece o teu Senhor. Refresca o teu coração, Minha bem-amada, permanece no Meu abraço e deixa-te amar. Não deixes o teu espírito girar pelo mundo, pois do mundo não receberás nada. Vem a Mim e saboreia o doce amor que Eu tenho por ti e que sempre tive por ti 2 .

Digo antes: um inefável fraco por ti, queridíssima pedra preciosa na Minha Mão. A unção do Meu Amor por ti é tão grande que, nestes momentos inflamados de amor, os Meus Olhos se não podem fixar 3 senão em ti. Pensa muito nisto, até que Eu Mesmo te venha buscar. Não sinto prazer algum senão nestes momentos em que estou contigo, e em que tu és para Mim como um livro aberto, para que Eu escreva em ti o Meu Novo Hino de Amor. Está sempre disponível e bem disposta Comigo e, desse modo, salvar-te-ás a ti mesma e, simultaneamente, os que te escutam. Eu formei-te, para seres a Minha aluna.

- Senhor, quando penso nisso,
que Vós me formastes do modo mais espantoso;
que Vós me formastes no silêncio,
pelo Vosso Espírito Santo,
e soprando em mim essas divinas revelações
que vêm do Vosso Sagrado Coração!
Não seria como quando
formastes perceptivelmente os Vossos discípulos?

- Sim! Eu quis que tu te voltasses para Mim, de todo o teu coração, a fim de que Eu possa atrair o teu coração para o Meu Amor e a Minha Força 4 . Queria preparar a tua alma, para ser portadora da Minha Mensagem. Ah! Vassula, tudo o que Eu te digo agora, ouvi-lo-ás de novo, quando Eu te aparecer abertamente, no devido momento. Agora, a Minha Alma rejubila em olhar para o Meu jardim 5 e sinto prazer em respirar em ti. Cada passo que tu Me deixas dar no Meu jardim será dado com doçura e será consolador para ti.

- Quando o Vosso Divino Olhar se virou para a terra,
para extasiar o meu coração,
como seria possível,.
que ao ver-me, apenas, não tenhais fugido,
mas que em vez disso, a minha indignidade
Vos tenha dado tanta alegria,
atraindo-Vos a mim?

- Eu sou conhecido por chamar os menores da Minha criação. E por conseguinte, Eu vi-te e amei-te ... 6 . Disse-te no início que se Me deixasses formar-te, te conduziria com cordas de amor pela Minha graça, imprimindo na tua alma a Minha Divina Imagem e, com esse Selo Divino, que é a marca da Santíssima Trindade, tu serias atraída pela plenitude da Nossa Deidade, tornando assim perfeita a nossa união íntima Connosco, pelo Nosso Divino Amor. Tenho sempre a intenção, Minha caríssima, de continuar a ciciar ao teu ouvido as Minhas revelações secretas e, enquanto Eu derramar em ti, com abundância, os Meus dons e os Meus favores, para Meu bom prazer, lembrar-te-ei que, tendo atraído o teu coração tão inseparavelmente para o Meu, era justamente a fim de que, depois desse gesto cortês da Minha parte, a nossa união fosse completa e o teu espírito, através da Minha graça, passasse a ser um Comigo 7 .

Eu tinha-te dado uma oração 8 , pela qual te devias consagrar, corpo e alma, ao Meu Sagrado Coração, a fim de que os teus pensamentos passassem a ser os Meus pensamentos, os teus actos os Meus actos, dando-Me voluntariamente a tua vontade, a fim de que a Minha Vontade seja feita em ti. Lembro-te que, repousando a tua cabeça no Meu Sagrado Coração, nesses momentos de alegria interior, Eu serei o movimento do teu coração, a eloquência e o encanto do teu discurso; serei a luz dos teus olhos, para dares bons conselhos àqueles que deles têm necessidade. Cada um dos teus movimentos, cada gesto virá de Mim. Tu escutarás todos os Meus suspiros, incluso o seu sentido 9 , a fim de que procedas segundo a Minha Divina Vontade. Pela graça, inalarás a Minha doçura, como o fazias sempre que a tua cabeça repousava no Meu Coração, saboreando os Seus doces sabores 10 . Lembras-te de como Meu Pai te instruiu? Ele Mesmo te tinha dito que, se Lhe permitisses reforçar os laços de união com Ele, a tua alma estaria então de tal modo unida a Ele, e o teu espírito tão englobado no Meu, que tudo o que farias seria segundo o Meu Pensamento. As tuas obras serão enraizadas na Nossa Bondade e o teu comportamento, no Nosso Espírito. Então, Meu Pai deu-te um exemplo da forma como trabalham os membros do teu corpo: "tu não tens necessidade de dizer à tua mão o que ela deve fazer, mas ela mesma age segundo a tua vontade". Será deste modo que Nós te guiaremos.

- Senhor, perdoai
a minha falta de confiança em Vós
e em todas estas abundantes graças
que Vós me tendes dado gratuitamente
na minha total indignidade;
eu escondia as Vossas graças;
pequei, com o medo
do que pensariam os outros.

- O mundo tentará sempre enganar e ferir aquela que Me é tão preciosa; e quando ouves o mundo, que te desvia o pensamento da contemplação, só esse teu procedimento fere já o Meu Coração 11 . Pela graça, Eu Mesmo te tenho atraído ao Meu Sagrado Coração, a fim de que sejas apenas Minha e pela graça pretendo Eu guardar-te nesse repouso. Sempre que esse mundo frio te assalte com as suas tentações e tente desfigurar a tua alma para que te pareças com ele, corre para Mim e refugia-te no Meu Coração. Tem confiança em Mim e confia-Me todos os teus problemas. Eu não sonho senão com ser-te gracioso, Minha escolhida. O mundo tentará sempre atrair-te de novo às suas entranhas, um vale escuro, onde não há senão desolação; mas Eu escolhi-te entre milhares; por conseguinte, porque Me entristeces tu com a tua falta de confiança? A Minha união contigo pela Luz da Minha Divindade é tão completa, que jamais deverás perder a confiança, mas coloca a tua cabeça no Meu Coração e não duvides nunca da nossa união bendita.

Vem e diz-Me, agora:

"Meu Jesus, Divina Misericórdia, eu não tive confiança em Vós e, deste modo, afligi o Vosso Coração; peço-Vos agora, na minha nudez e com toda a humildade, que seja perdoada, a fim de que possais, pela Vossa Misericórdia e Bondade infinitas, restaurar a minha alma desfigurada e ferida, desfigurada e ferida pelos actos do mundo a meu respeito e pelas suas palavras " 12 .

Eu acolhi a tua oração com delícia. As tuas deficiências, Eu Mesmo as compensarei, para glorificar o Meu Nome Três-Vezes-Santo. A partir de agora, não Me deixes cair na mais pequenina angústia ou na menor pena que deixem todos os Meus anjos e Santos na imensa aflição de não poderem aliviar a Minha pena. Se o mundo persiste sempre em questionar a Minha escolha, que os seus pecados lhes caiam sobre as cabeças; será com justiça que Eu Próprio irei intervir. Se tratam a Minha escolhida como lhes agrada, aquela que o Meu Sagrado Coração considera com uma particular afeição, Eu Mesmo os reprovarei poderosamente 13 . Mas se tu fizeres reparações por eles, então, pela Minha Infinita Misericórdia, Eu os obrigarei a ver os seus pecados. Pelo Meu Amor, como Eu te o disse no princípio, liguei-te a Mim de uma forma tal que te seria difícil desligar esses laços 14 . Realizei esse acto por puro amor, depois de tu própria Me teres dado a tua "colaboração". O Meu Amor ciumento jamais teria suportado que estivéssemos separados e que a nossa união fosse quebrada. Num momento de delícia inebriante, Eu dei-te ainda uma graça mais: uma união matrimonial, que desse modo te atraísse ainda mais profundamente, no repouso de uma doce contemplação no Meu Divino Coração. Nessa deliciosa união entre ti e a Santíssima Trindade, tu passarias a ser a nossa Harpa, e Nós servir-Nos-íamos de ti com delícia, obtendo de ti grandes triunfos. Então tu, por teu lado, terias o prazer de partilhar Connosco as Nossas Cortes. Pela Nossa Divina Graça, tu serias a Nossa ladainha 15 .

Lírio do Meu Coração, a Infinita Ternura foi-te revelada, a fim de que os outros aprendam de ti e obtenham a mesma quantidade que tu obtiveste. Lírio do Meu Coração, a Nossa Proximidade de ti é a tua bemaventurança. A Minha Divina Vontade, enraizada em ti, é o maior dom que Eu poderei oferecer, em troca da tua. Com a Minha Divina Vontade em ti, Eu poderei compensar todas as tuas deficiências e insuficiências. As palavras que tu proclamas serão as Minhas, porque Eu Mesmo serei a tua veste e tu terás o Meu Pensamento. Embora tu sejas muitas vezes acusada pela tua severidade, na realidade, a tua severidade não é a tua mas a Minha. Os que te censuram por isso ainda não renunciaram inteiramente ao seu pecado... Continuam a esquecer que uma alma, uma vez unida a Deus, passa a ser um só espírito e um só pensamento com Ele. Eu concedi-te, pela tua missão, todos esses dons, pelo Amor que te tenho, mas também para a restauração da Minha Casa.

Ah! Vassula, alguns perguntarão: "Porque insiste tanto o Senhor na Sua união, nos Seus dons e nas Suas graças?". Se Eu vos lembro todas estas coisas, é porque o mundo continuará a tentar obrigar a Minha escolhida a duvidar dos Meus dons, que Eu Próprio lhe tenho dado. Eu tinha-te avisado, Minha Vassula, que nos primeiros dias da tua missão, os teus actos de amor seriam incompreendidos e que tu serias perseguida como caça e sofrerias a adversidade; mas também como a Minha protecção paterna te cobriria sempre, e que Eu viria em teu auxílio para te consolar e defender dos assaltos do mau. Eu tinha-te dito que muitas vezes se iria escarnecer das Minhas Mensagens reais e que elas seriam mesmo rejeitadas e ridicularizadas; mas disse também que por isso mesmo Eu Me colocaria sempre junto de ti, para te encorajar. Tu habitas ainda na terra, mas também Eu habito em ti; por isso, não tenhas medo. Por mais tempo que tu ainda estejas na terra, o mundo, na sua escuridão, continuará a querer fazer-te mal e a ofender-te. Eu não quero dizer que te separes dos teus amigos, mas lembra-te, não te fies nas gentes 16 .

Alguns quererão forçar a tua mão a fazer o que é contrário aos teus desejos, e que tão pouco corresponde aos Meus desejos. Outros insinuarão que os dons honrosos que Eu Mesmo te tenho dado, assim como os Meus favores, não são divinos e não vêm de Mim! A esses, Eu tenho algo a dizer: "Se dizes que não são de origem divina, então, segundo a tua insinuação, não podem provir senão do pai das mentiras ou do subconsciente; não te terá já vindo alguma vez ao espírito que supondo como diabólica a Minha Obra, tu mesmo pecas contra o Espírito Santo e que um tal pecado jamais será perdoado? Se dizes que esta Obra Divina, por inteiro, vem do subconsciente, então, explica-Me: a autoridade e os ensinamentos destes escritos poderão vir de alguém que não tem conhecimento algum, mesmo do catecismo elementar?"

Até agora, Eu tenho-lhes dado suficientes provas e já não darei mais provas, a não ser as que lhes dei. Depois, haverá também os que, apesar de te terem pedido conselho, acabarão por ignorá-lo, Porque a sua alma se agarra sempre aos seus desejos pessoais e submeter-se-á à sua vontade humana e não à Minha.

Eu tinha-te dito que, se a tua cabeça repousasse no Meu Coração, nesses momentos de repouso, tu mesma lerias as pulsações do Meu Coração; e depois, por teu lado, serias capaz de dar bons conselhos àqueles que deles tivessem necessidade. Mas uma vez mais o mundo, não tendo ainda vencido os seus pensamentos maus, deixaria de estimar os Meus tesouros derramados em ti, sob pretexto de que tu não és confirmada 17 ... Vence agora a tua falta de confiança nos dons e favores que Eu Mesmo te tenho oferecido tão generosamente e, com todo o teu coração, repete a oração que Eu te dei...

Repeti a oração.

- Não tenhas mais preocupações. Eu continuarei a vigiar sobre as tuas diferentes necessidades.

- Eu rezei, Senhor,
mas como posso eu estar segura
de não Vos faltar de novo?

- Eu estou contigo para to lembrar. Virei sempre, para te desviar de todo o caminho arriscado que serias tentada a tomar. Eu continuarei a mostrar-te a mais delicada atenção que tenho pelas Minhas almas escolhidas. Vem, hoje; Eu quero que tu te sintas feliz, porque posso dizer com toda a verdade: tu fizeste da Minha Palavra a tua morada e passaste a ser Minha aluna e verdadeiramente Minha.

- Meu Deus,
Vós seduzistes a minha alma indigna
para que ela Vos siga,
e concedeste-me
preciosas riquezas imerecidas,
e com um amor sem medida, elevastes a minha alma.

- Eu elevei a tua alma, também para beneficio da Minha Igreja. Vassilii, Eu dei-te mensagens de uma extrema gravidade; em todos estes anos, soprei em ti Divinas Revelações, que vinham todas do Meu Sagrado Coração. O Meu Espírito foi e é o teu Guia e a tua Luz. Tenho verdadeiramente derramado em ti graças divinas, a fim de que as gentes possam também aproveitar-se delas. Todas as Minhas Obras são boas e são calorosamente acolhidas pelos puros de coração e pelos humildes, mas o louvor prestado às Minhas Obras é inconveniente, na boca de um pecador. Como já o disse, tenho dado a todos bastantes provas deste Divino Tesouro, que vem da tesouraria do Meu Sagrado Coração, a fim de que não duvideis.

Vassula, para além de te haver dado sinais exteriores do Meu Amor, dei-te o Conhecimento e a Instrução, enriquecendo-te constantemente, assim como a outros, através destes escritos. Estarás tu, Minha pomba, consciente destas divinas inspirações sopradas em ti pelo Meu Espírito Santo?

Suspirei e senti-me tocada pela ternura da Sua Voz, que não encontro palavras para descrever.

- Eis-Me aqui hoje contigo, para te ajudar a vencer todas as tuas fraquezas. Eu já não suportava ver-te esconder, na tua modéstia, os Dons Divinos que Eu te dei.

- Pela Vossa extrema Bondade,
dignastes-Vos dar-nos um maná suficiente,
pelo qual a nossa alma, hoje, rejubila;
ele é imaterial,
mas uma vez que a alma o absorva,
tem fome de mais ainda;
e então, eis-me aqui, sempre imperfeita
e a desejar apenas fazer reparações por ter provocado aflições ao Vosso Divino Coração.
Que as minhas faltas e negligências
que Vos causaram tanta pena, sejam transformadas
em favor, em confiança, e num bouquet de mirra.

Minha preciosa, Eu não sou insensível a todos os bem duros trabalhos que tens realizado em Meu Nome, e às provações que tens suportado com paciência por Minha Causa, Minha pomba; e tão pouco sou insensível aos teus pedidos e sinto-Me contente por dependeres da Minha Graça.

- Faz-me feliz o sofrer por Vós.

- Não te canses pelo caminho, Comigo.

- Dai-me, Senhor,
ocasiões de abrir a minha boca
para Vos glorificar, sem medo e sem dúvida.

- É por isso que deves depender de Mim e fornecer o teu espírito no Meu Espírito, a fim de que possas continuar a cantar e a salmodiar o Meu Hino de Amor às nações. Foi por isso que Eu Mesmo te convidei a fazer a tua peregrinação e o teu retiro no Meu Corpo, Minha ajudante leal. Alegra-te com a Minha graça e deleita-te com a Minha companhia, nesta íntima luz de graça que te é dada por Meu Pai, e aceita, saboreando-as como o tens feito, as doces graças do Meu Coração.

Enquanto o Meu Senhor dizia estas palavras, sentia que a minha cabeça estava sempre englobada no Seu Coração, saboreando e inalando ainda uma essência que se assemelhava à Santa Comunhão.

De repente, era como se Jesus tivesse virado a Sua Santa Face e olhasse o leitor, aquele que lê estas linhas. A Sua Face era solene, os Seus Olhos penetrantes, fixos no leitor. Seguidamente, enquanto me rodeava corri os Seus Braços e o Seu Manto me cobria completamente, dando a impressão de alguém que protege uma vítima contra toda a agressão, diz:

- Que o coração do leitor que leu estas páginas se abra! Que os seus olhos e os seus ouvidos se abram! Até ao presente, tu não te apoderaste ainda inteiramente deste Meu Tesouro Celeste, e nem tão pouco apreciaste ainda completamente o Meu Dom 18 . Nem sempre tens penetrado naquilo que não tem preço e que Eu te tenho oferecido em todos os dias da tua vida: a graça formidável de Me conhecer numa união íntima e de saborear interiormente, no aposento nupcial do Meu Coração, a Minha Doçura e os Meus Beijos Divinos. Felizes daqueles que Me escutam e que obtêm esta graça. Infelizes daqueles que, no seu estado miserável e no seu pensamento impuro, resistem a esta graça; um dia, chorarão pela sua miséria.

É bom fazerdes boas obras por Mim e seguirdes algumas devoções, assim como actos de amor, acções de graças e actos de reparação; mas Eu ficaria imensamente decepcionado se morrêsseis antes de Me terdes conhecido 19 . Ficaria imensamente aflito se morrêsseis agora, antes de Me terdes compreendido 20 . Muitos de vós estais ocupados com as vossas tarefas quotidianas, que Me agradam, sempre que são feitas com amor e segundo o Meu Pensamento; mas tudo isso será incompleto, se vos não abrirdes à graça e Me não aceitardes na Minha intimidade. Por isso, vem e aceita a Minha companhia familiar e Eu, de muito bom grado, poderei levar-te Comigo, nos mistérios e segredos escondidos do Nosso 21 Coração. Tu e Eu passaremos a ser inseparavelmente unidos no amor, agora e para sempre.

Jesus virou-Se então para mim e, com um grave olhar nos Seus Olhos, disse:

- Agora, como em tempos antigos, falei-te do Meu Coração, para te lembrar, Minha filha, o Meu Amor infinito e, particularmente, para retirar essa semente que foi lançada em ti pelo mundo. Eu não podia suportar por mais tempo ver a Minha adoptada, a Minha jovem mensageira, ser feita em pedaços pelas dúvidas que o mundo tentava meter no seu pensamento 22 : o teu receio de que Eu Mesmo tenha lançado um cubo de gelo no teu coração, em vez da Minha Graça Divina...

Vassula, as adversidades não te fizeram perder a paz que Eu Próprio te dei, no teu coração, e isso é um bem; mas por Minha causa, Minha pomba, não mais duvides das Minhas graças e do ilimitado Amor que Eu sempre tenho por ti. Não percas a tua confiança em Mim. Sim, acaso não vês como Eu sou divinamente amoroso contigo até à loucura? Por isso, Eu te suplico que tenhas confiança em Mim. Por isso, por mais tempo que tu vivas sobre a terra, permanece em Mim, para aperfeiçoar a tua união Comigo e Me receberes tantas vezes quantas possas na Sagrada Comunhão, enaltecendo o teu amor em Mim e abandonando-te a Mim. Mantém-te neste Lugar de Repouso 23 para sempre, permitindo-Me que te guarde nesta Fornalha de Amor, para te fazer saborear a doçura do Meu Amor 24


1 a Santa Comunhão na Igreja Ortodoxa

2 enquanto Nosso Senhor e meu Divino Mestre dizia estas palavras, parecia que o mel corria da Sua Boca. Eu compreendi que Ele tinha um particular fraco por mim, desde o início da minha vida

3 em inglês: "transfixed"

4 em inglês: "Fortitude"

5 a minha alma

6 as palavras da Sua Boca eram como mel; é Ele o meu Amigo, ao Coração de Quem a Sua doce conversação me ligou

7 1 Cor 6, 17

8 a Consagração ao Sagrado Coração (26 de Janeiro de 1992)

9 ao mesmo tempo que ouvi "comprenant", ouvi também "decodant"

10 a minha visão na Igreja

11 compreendi que, escondendo as graças de Nosso Senhor e não as admitindo, mesmo sob pretexto da minha indignidade, isso perturba e faz sofrer Jesus

12 Disse esta oração. Dei-me conta de que o demónio tentava invariavelmente dar-me a impressão, pela boca do mundo, de que esta Obra tão Divina de Deus era menos importante que o seu real valor, depreciando assim o seu valor e tentando sempre diminuir a sua importância. Eu encontrar-me-ia assim numa constante batalha, tentando rebater essas falsas acusações e não lhes cedendo nunca

13 a seguir, olhou para mim

15 porque a minha vida passaria a ser uma oração contínua

16 Lc 2, 24

17 no sentido em que a obra de A Verdadeira Vida em Deus não é ainda aprovada pela Igreja

18 ver as mensagens dos 10, 25 e 31 de Janeiro de 1987 (O Meu Anjo Daniel, páginas 133, 142, 150 a 152)

19 Mt 7, 21-23

20 Jr 9, 23

21 a Santíssima Trindade

22 notas tais, como "a mensagem de A Verdadeira Vida em Deus é uma coisa, mas a mensageira é uma coisa completamente diferente"

23 o Sagrado Coração

24 Sl 90, 17

 

Listagem Cronológica
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Cronológica
 

Listagem Alfabética
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Alfabética
 

Pesquisa nas Mensagens
Pesquise no texto das Mensagens
 

Mensagem Aleatória
Selecione uma Mensagem Aleatóriamente
 

Meu Anjo Daniel
O amanhecer das mensagens. Vassula conversa com seu anjo da guarda Daniel
 

Manuscrito Original das Mensagens
O Manuscrito original das Mensagens online
 

Livro Online
As Mensagens agora estão disponíveis para leitura como um livro online
 

 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message