INÍCIOÍNDICEPESQUISA
AS VOSSAS ORAÇÕES PODEM DESTRUIR TODO
O IMPÉRIO DO MAL NESTE MUNDO

13 de Abril de 1994


- Sim! Minha Vassula, quando Eu chamo, toco o teu coração 1 ! Sou Eu, Javé. Apoia-te a Mim e não tenhas medo. O Meu Coração é um Abismo de Amor e de Ternura.

Escuta-Me: a erva seca, todo o campo vai murchar; depressa, nada ficará verde; se nos não apressarmos, a terra será inteiramente devastada. Restam agora tão poucos sobreviventes
2 ... Não acredites os que profetizam, dizendo: "agora, tudo vai bem; a paz germina já no meio de vós". Não fui Eu que enviei tais profetas; entretanto, eles profetizam no sangue, a nações que comem o pão da maldade. A palavra dos Meus profetas, que vem da Minha Boca, queima como o fogo e nenhum hipócrita a ama. A Minha Palavra, uma vez pronunciada, despedaça; como um martelo, ela cai sobre os corações endurecidos, despedaçando-os. Não; como poderei Eu dizer que a paz começa a germinar, enquanto os vossos países estão impregnados de iniquidade e os cadáveres são destroçados pelos vermes 3 ? Como posso Eu dizer que o amor comoveu os vossos corações, enquanto as vossas línguas fendidas pronunciam blasfémias contra o Meu Espírito Santo? Os vossos países estão cheios de prostituição 4 . Não, eles não Me honram como seu Pai, mas desonram-Me sem cessar... E a noite recobriu-vos, sem que vós o notásseis. A noite rastejou sobre toda a terra, como a morte. Como poderei Eu, então, dizer: "Vós glorificais o Meu Nome"? Como poderei Eu dizer: "Vós santificais o Meu Nome"?, quando a verdade é que todo o vosso ser é noite? Envio-vos anjo após anjo, seguindo-se tão perto uns dos outros, para serem eco das Minhas Palavras e penetrarem a vossa surdez. Ah!... Mas muitos de vós julgam-nos segundo critérios humanos, na medida em que nada vos penetra, devido aos vossos endurecidos corações.

Em verdade, chegou a hora em que a Morte persegue a Vida. De vossos lugares (que aliás são os Meus)
expulsais os Meus anjos, abusando deles, tratando-os como impostores e, mais selvaticamente que nunca, tentais matar-lhes o espírito, ao mesmo tempo que o Meu Próprio Espírito, pensando prestar-Me um santo serviço. Mas vós não tendes poder algum sobre eles, porque as palavras que eles mesmos pronunciam são a Vida e a Vida é mais forte que a Morte, e o Amor é mais poderoso que o Mal, porque o Meu Espírito é o seu Santo Companheiro, que os acompanha. Deste modo, para onde quer que vão os Meus anjos, o Meu Espírito está com eles. A Mensagem que Eu proclamo, desde o início, era justamente que vos amásseis uns aos outros, que vos reconciliásseis no Meu Amor, que vivêsseis santamente e que santificásseis o Meu Nome. É sempre esta a Minha Mensagem; mas, ah! tão poucos de vós a têm escutado e a têm ouvido...

Porque vos agarrais sempre a este mundo que passa? Eu Mesmo vos ensinei a não vos inquietardes com a vossa vida; não Me encarregarei Eu das vossas necessidades
5 ? Eu Próprio ornamentaria a vossa alma, se apenas Me deixásseis fazê-lo. Desde que esta Mensagem começou, jamais deixei de vos chamar a regressar a Mim e a converter as vossas vidas. Tenho-vos pedido emendas, arrependimento e vigílias de orações; tenho-vos pedido incenso, o incenso do vosso coração. Oh! Se ao menos soubésseis quão poderosas são as vossas orações e qual pode ser o seu esplendor, se vêm do vosso coração! As vossas orações podem destruir todo o império do mal, neste mundo; podem desenraizar o mal e quebrar os dez chifres 6 que agora devoram a terra, assim como os Meus filhos. As vossas orações podem vencer as forças do mal, por mais poderosas que essas forças sejam; o vosso incenso 7 pode purificar este mundo. Eu Mesmo vo-lo digo: não tenhais repouso algum, senão sereis postos à prova. Sede vigilantes como nunca. Eu não vou abandonar-vos. Eu estou com todos vós. Eu estou convosco para vos dar força, a fim de que o vosso sopro vos não falte. Eu estou convosco, Meus rebentos, e espero apenas de vós o serdes graciosos e plantar-vos no Meu Jardim de delícias. Vedes? Eu Mesmo tomo a vossa causa nas Minhas Próprias Mãos, a fim de estar certo de que não sereis devorados pelo Inimigo.


E tu, Minha filha, permite-Me que Me sirva de ti como Minha arma. Eu Próprio a utilizarei para fulminar os maus reinos deste mundo, e aquele que os governa. A Sabedoria instruir-te-á. Cumpre as tuas tarefas diárias. Eu, Javé, abençoo-te. Teu Pai e teu Abba está junto de ti.




1 quando recebo um apelo, sinto no meu coração uma imensa e particularíssima alegria, uma necessidade de me atirar para Deus, de tudo abandonar para corresponder ao Seu Apelo
2 Javé fala aqui em metáfora
3 cf. Is 14, 11
4 o Pai designa, assim, a infidelidade no sentido religioso
5 alusão a Mt 6, 23-25
6 as dez blasfémias contra os Dez Mandamentos da Lei de Deus (cf. Ap 13, 1)
7 as orações que vêm do coração