INÍCIOÍNDICEPESQUISA
SE O MUNDO TE ODEIA, É PORQUE TU ME AMAS

REZA POR AQUELES QUE TRAMAM INCRÍVEIS MAQUINAÇÕES
CONTRA O MEU ESPÍRITO SANTO

10 de Novembro de 1992


- A Paz esteja contigo.

Os países de hoje foram totalmente contaminados e têm tudo, exceto a Mim. Aquilo que parece justo ao mundo é detestável à Minha vista e está já condenado por Mim. Se o mundo te odeia, é porque tu Me amas. Faz com que o teu testemunho seja válido aos Meus Olhos; e, Eu to digo, o teu testemunho só será válido aos Meus Olhos, se tu te sacrificares totalmente pela salvação das almas e se mostrares o teu amor, dando a vida pelos teus amigos e por aqueles a quem tu chamas teus inimigos, a fim de que, quando chegar o Meu Dia, tu não tenhas vergonha alguma a sentir. Eu Mesmo te darei a Minha Força; entretanto, trabalha desde já por esta Obra que te confiei e grita de júbilo, alegra-te, porque, com o Meu Poder, derrubarei os seus muros e porei em plena luz tudo aquilo que te havia sido escondido. Os teus olhos verão rastejar, diante de ti, toda a espécie de animais e de serpentes; mas não tenhas medo daqueles que matam os corpos; Eu te o digo: eles não poderão matar as almas. Teme, antes, aquele que, no inferno, pode destruir, de uma só vez, a alma e o corpo. Segue as Pegadas dos Meus Passos e não procures, nem honra nem louvor. Se o mundo te considera uma impostora, fica a saber que acabas por ser sincera, pois o primeiro a ser considerado, pelo mundo, como impostor, fui Eu Mesmo. Ama! E perdoa! Reza por aqueles que tramam incríveis maquinações contra o Meu Espírito Santo e não os julgues, por receio de que, aquilo que lhes é fatal, o seja também para ti. Permite-Me que seja Eu a corrigi-los. Tudo quanto fazes seja plantado no amor. Eu Mesmo virei ao encontro das tuas necessidades e te encherei de Consolações. Por fim, todo o espinho do Meu Corpo será removido. O Amor triunfará.


15 de Novembro de 1992


"Ah! se pudessem pesar a minha aflição e,
ao mesmo tempo, pôr na balança o meu infortúnio!
Este pesaria mais do que a areia dos mares!
Por isso, as minhas palavras estão repassadas de dor"

(Job 6, 2-3).


- Arrepio-me de horror, ao pensar que poderei enganar-me!
Senhor, serei digna de censura, na Vossa Presença? Contudo, enraizei-me em Vós; eu vi-Vos aqui mesmo, de pé, silencioso, de Mãos estendidas, como alguém que aguarda uma esmola; e, depois, ouvi uma voz
1 :foi-me revelado um Nome 2 e a minha alma abandonou-se nos Braços de meu Pai. Oh! Deus! Como Vos amo!

- Minha menina, Minha menina... Eu, o Senhor, quanto te amo! Eu amo-te até às Lágrimas... Deixa de escutar o Maligno, que tenta destruir todas as coisas boas que te dei. Tem fé no Meu Amor. Eu nunca deixarei de vir a ti
3 ... Nunca 4 ... Por isso, tem a Minha Paz, essa Paz que Eu Mesmo te dei; e fica sabendo, Minha filha, que um amor maior que o Meu, jamais o encontrarás... Ah! Minha menina, aproxima-te da borla da Minha Veste. Eu estou aqui e estou contigo.




1 a Voz do Pai
2 Javé
3 pronunciou estas palavras, quase em murmúrio
4 Ele murmurou esta palavra