INÍCIOÍNDICEPESQUISA
JUSTIÇA
FELIZ DAQUELE QUE MORRE EM MIM, O SENHOR!

1º de Outubro de 1992


- Senhor, fazei com que o Vosso Santo Rosto continue a sorrir sobre a Vossa aflita profecia 1 ; não adieis, revelai agora a Vossa Glória! Muitos estão pondo toda a espécie de obstáculos, para impedir as Vossas Mensagens; vinde!

- Minha bem-amada, quando se iniciou a tua defesa foi pronunciada uma só palavra e Eu Próprio vim dizer-te essa palavra. Não crês que Eu seja o Predileto de Deus, Jesus Cristo, que te fala?

- Sim, Senhor, eu creio!

- Minha bem-amada, que me implora dia e noite, então, não verei Eu a justiça que te foi feita? Este povo, que provoca o Meu Poder, quando a medida da sua iniquidade está repleta, ter-Me-á diante de si como o

Juiz;

entretanto, consagra-te ao Meu Sagrado Coração; serve, e não esperes ser servida, a fim de que o Pai que está nos Céus te marque um lugar no Céu. Com o seres-Me fiel, sofrerás grandes perseguições; mas não te prometi Eu que não mais terás, nem fome, nem sede?
(Ap 7,9-17). Por isso, não temas, quando a tempestade se levanta contra ti. As Escrituras devem cumprir-se.

Feliz daquele que morre em Mim, o Senhor! Em verdade, Eu Mesmo vos recompensarei.




1 Nós