INÍCIOÍNDICEPESQUISA
NÃO CONSENTIREI QUE A MINHA IGREJA PEREÇA
O ESPÍRITO DE REBELIÃO

6.6.1991


- Senhor, quando o meu espírito arrefece e caio nesta espécie de letargia, quando me Sinto pouco disposta ao dialogo Convosco e a encontrar-me deste modo especial, será que me dissipo e murcho lentamente, como folha, aos Vossos Olhos?

-
Eu vi-te... falei-te, alma; mas tudo quanto Eu ouvi da tua parte foi o silêncio... Presta-Me atenção, alma: tenho tantas coisas a dizer-te, que irão despertar o teu interesse! Sofres com o torpor? Então, chama-Me! Soprarei em ti e o gelo derreter-se-á.

- Senhor, há momentos em que a Luz que Vós me destes parece desaparecer, por detrás de um fumo escuro.

-
Minha filha, a tua voz chega ao Céu e ao Meu Trono; chama-Me, pois, em voz alta; e, tal como um relâmpago por entre as nuvens, Eu responderei: Aqui estamos! 1 Ouvimos a tua oração.

- Então, vinde salvar-me, imediatamente. Enchei a minha lâmpada, de óleo; soprai em mim, para me reavivardes; impregnai-me, com o Vosso perfume de mirra; tornai-me perfeita, na Vossa Presença; mostrai-me a Vossa Gentileza...

- Minha filha, não demores a tua pergunta, fala 2 .

- Aquilo que fazeis por mim, com tanto Amor, Fidelidade e Misericórdia, não o faríeis por cada um dos Vossos filhos, que estão em necessidade, como eu?

- Abençoada sejas
3 . Eu, Deus, virei em auxílio de cada um de vós. Não consentirei que a Minha Igreja 4 pereça.

Geração! Eu quero salvar-te... mas não com ameaças ou desastres, cólera ou repreensão. Quero salvar-te, geração, envolvendo-te no Meu Amor e na Minha Misericórdia, de forma a cobrir a tua nudez. Envio-te, em profusão, o Meu Espírito Santo, a fim de que o teu espírito, repleto do Meu Espírito, Me chame:

"Abba!"

Hoje, Lágrimas de Sangue jorram dos Meus Olhos por causa da surdez da Minha criação. Um espírito mais que nunca obstinado penetrou no Meu Domínio 5 . As suas almas são fracas. Olha para aquela que foi, um dia, a Minha fiel cidade 6 e vejo-a, hoje, transformada numa cidade palaciana!

- Senhor! Mas o Vosso Reino não começou já?

- Escreve assim: "Felizes os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro!"
(Ap 19, 9). O Meu Reino já começou, em muitos corações. Eu Mesmo desposei essas almas, tornando-as novas 7 e digo-vos: o Meu Espírito de Verdade continuará a difundir-Se em toda a Minha criação, e a cercar cidade a cidade 8 ; e, assim, as imoralidades, as iniquidades e todas as impurezas que nelas se encontram, Eu, com a Minha Própria Mão, as farei desaparecer. Tudo quanto foi plantado pela loucura, Eu Mesmo o arrancarei e farei desaparecer, com o Fogo que enviarei do Céu.

Minha filha, o céu e a terra de antes desaparecerão
(Ap 21, 1); e cada um de vós será renovado como Amor do Meu Espírito Santo; Eu Próprio mudarei a face deste mundo.

- Pelo renovamento da Nossa Igreja, pretendeis o renovamento de nós mesmos, uma vez que somos nós a Igreja, a Nova Jerusalém?

- Minha aluna, disseste bem: vós todos sois a Minha Igreja, o Meu Santuário - cidadela
(Dn 11, 31), o Meu Domínio, a Minha Cidade, a Minha Propriedade, a Minha Jerusalém. Eu renovarei Cidade a Cidade 9 pelo Meu Fogo de Amor. Eu quero reunir-vos, dos quatro cantos da terra, e curar-vos. Quero queimar, com o Meu Fogo, o abomínio da desolação 10 que se infiltrou no interior do Meu Templo 11 . O abomínio da desolação é: o espírito de rebelião, que pretende ser igual a Mim. É o Espírito do mal, que se sentou, como soberano, no Meu Santuário (O Templo, o Santuário, somos nós), ocupando o lugar do Meu Sacrifício Perpétuo 12 , e tornando ímpia, a vossa geração. É o espírito do racionalismo e do naturalismo que levou a maior parte de vós ao ateísmo. E é justamente este espírito que vos leva a crer que sois auto-suficientes e que podeis fazer tudo apenas com os vossos esforços e com as vossas forças. Esta desastrosa abominação transformou-vos num país ressequido, num país sedento, num deserto.

Geração, aboliste do teu seio o Meu Sacrifício Perpétuo, porque perdeste a fé. Quantos de vós tendes sede de Mim? Pouquíssimos vêm beber-Me, mesmo a poderdes beber-Me gratuitamente. Quem de vós tem fome de Mim? Vós podeis obter-Me gratuitamente, de um modo absolutamente gratuito. E, contudo, quase ninguém tem vontade de Me comer. O mal desviou a vossa razão, o vosso entendimento, seduzindo o vosso espírito, fazendo-vos absorver avidamente tudo aquilo que Eu não sou. Em vez de absorverdes a Minha Luz, Satanás fez-vos assimilar as suas trevas. Em vez de vos tomardes belos e resplandecentes, fizestes-vos opacos, definhados e, como ramos secos, agora estais simplesmente aptos a ser cortados e lançados ao fogo, para serdes queimados. Não tenhais medo de Mim: Eu sou o Rio de Vida.
Eu sou o Caminho que conduz ao Céu. Eu sou a Verdade que vos leva a participar da Minha Glória, por toda a Eternidade.

Templos de Deus! Minha filha, caminha Comigo.





1 a Santíssima Trindade
2 Jesus parecia impaciente, ao ouvir a seqüência da minha frase, que aliás Ele conhecia muito bem, desde toda a eternidade...
3 Jesus parecia muito feliz
4 A Igreja, isto é, nós
5 Deus, aqui, quer dizer: nas nossas almas; o Seu Domínio, onde Ele habita, que pertence a Deus, deve encontrar-se no íntimo das nossas almas
6 É a nós que Deus designa; chama-nos a Sua "cidade"
7 Aceno ao Apocalipse 21, 5: "Eis que renovarei todas as coisas"
8 Deus quer dizer: "alma a alma"
9 Nós
10 Dn 11, 31; 12, 11; Mt 24, 15
11 O Templo, o Santuário, somos nós
12 A Santa Eucaristia, a Santa Comunhão