DHTML Menu By Milonic JavaScript

Português » As Mensagens »

Patmos - Ilha Do Apocalipse

Patmos, 25.7.1989

Patmos, ilha do Apocalipse, ilha do exílio de São João.

- "Introduzi-vos numa terra fértil, para que comêsseis dos seus ricos frutos" (Jer 2, 7).

- Meu Senhor, se é possível, peço-Vos a Graça de receber, também eu, a Vossa Palavra, na mesma Gruta, em que São João A recebeu. Senhor, do fundo do meu coração, eu Vos invoco. Atendei, com Piedade, as minhas Súplicas. Eu conto com a Vossa Resposta. Amém.

- "Logo que havias começado a tua oração, uma palavra foi pronunciada e Eu vim dar-ta a conhecer, porque és um homem de predileção" (Dn 9, 23).

- Que significa, Senhor?

- Escuta-Me; vem para o pé de Mim, em qualquer momento que seja, para que eles saibam que Eu Sou Aquele que é. Eu, o Verbo, desço até vós para vos perdoar e reconduzir todos a Mim.

Mensagem para o grupo greco-carismático, que veio para rezar e aprender a rezar o Rosário. Alguns vinham de Atenas, outros de Rodes. Todos se haviam reunido, para a peregrinação a Patmos.

- Despertai, bem-amados! Eu sou o vosso Salvador, o Crucificado, o vosso Redentor. Senti o Meu Amor... Por vosso Amor, vim acrescentar o Amor e diminuir o Mal. Venho, para dar à vossa alma tudo Aquilo que lhe falta. Não tenhais medo, Meus pequeninos; acaso não sou Eu Generoso? Não sou o Altíssimo? Tende, pois, Confiança, porque estais nos Braços do vosso Pai. Eu, a Santíssima Trindade, sou Um e O Mesmo. Abandonai-vos inteiramente nos Meus Braços e permiti-Me que vos forme em Colunas Vivas de Luz. Permiti-Me que partilhe convosco tudo Aquilo que tenho. Amo-vos! Bem-amados, neste mundo tenebroso, a Luz vacila, porque o Maligno está a apagar esse pouco de Luz que, agora, há ainda no mundo. A vossa geração, sem piedade alguma, compraz-se em chamar bem, ao mal e mal, ao bem. Sem piedade alguma, eles blasfemam continuamente o Meu Santo Nome, dispostos, mais que nunca, a aceitar o mal e a ajoelhar-se a seus pés. Como sofro, ao ver tudo isto! Senti o Meu Sagrado Coração; senti como é dilacerado, como sangra, ao ver esta era morta, que luta para cortar o seu cordão umbilical que a tem ainda ligada a Mim, a fim de que, com alegria, se possam chamar ímpios e, assim, possam dizer: "É inútil refletir na nossa pertença a alguém. Vede: nós libertamo-nos e preparamo-nos para construir uma Torre de Babel; não a teremos, porventura, já feito uma vez? Por que razão deveremos, então, depender agora de Deus? Que ganhamos nós em aceitar a Sua Lei?"

Eles fazem tudo isto porque jamais conheceram o Pai e nem Me conheceram a Mim. A maior parte desta geração é adoradora de Baal; sim, são os descendentes dos seus antepassados, que adoravam falsos deuses. Tudo quanto fazem acaba por viciar a sua alma, uma vez que cortaram o cordão umbilical que os mantinha unidos a Mim e que lhes alimentava a alma... Caminham voluntariamente para o Fogo Eterno; fazem guerra ao Meu Santo Nome e provocam-Me deliberadamente...

Vinde; Eu chamei-vos e vós ouvistes-Me. Eu sou o vosso Senhor e vós o Meu Povo, os Meus; acolhei-Me com amor e paz. A terra, sob os pés desta geração, está manchada, e é justamente por isso que o Meu Fogo Purificador descerá do Alto sobre eles, para de novo limpar o solo alcatroado. Erguei para Mim a vossa alma e sede um só Comigo; tende a Minha Paz.

Eu vos abençôo a todos e tudo quanto trouxestes para que fosse abençoado. O Meu Suspiro pousa sobre cada um dos ícones e objetos religiosos. Sede um.

A mensagem acima foi dada após o "incidente no barco". Ao navegarmos de Rodes para Patmos, alguém começou a conversar sobre religião; em 15 minutos, 12 de nós nos vimos rodeados por uma grande multidão de jovens, em sua maioria ateus, que discutiam conosco. Eles lutavam com a Palavra de Deus. Mas, apesar do violento ataque e da zombaria, um deles se converteu ali mesmo.

Meu Senhor, deixai que vejam Vosso Amor Zeloso. Vós sois nossa Paz e nossa Esperança. Não merecemos Vosso Amor nem Vossa Misericórdia. Ficai conosco, pois somos fracos e frágeis como flores e precisamos de Vossa Seiva para nos alimentar.

Sede santos, como Eu sou Santo, lede a Minha Palavra, vivei para Mim e apenas para Mim, pagai o mal com o amor; sede como brotos da Vinha, logo vos abrireis e florescereis e enchereis o mundo de frutos. Tende a Minha Paz, ficai no meu regaço; Santo é o Meu Nome, então vos lembrai de ser santos;

Vinde.

Patmos, 26.7.1989

No interior da Gruta do Apocalipse, justamente no lugar em que o escritor sagrado escrevia, coloquei o meu caderno e recebi a Mensagem do Senhor.

- Senhor?

- Eu Sou; não desanimes nunca. Eu estou convosco, agora e até ao Fim dos Tempos e para sempre.

- Senhor?

- Eu Sou. O Amor está perto de vós, não temais; vinde, tudo Aquilo que vos peço é o Amor, um Regresso ao Amor. A Minha Paz é vossa, recebei a Minha Paz, a fim de que A possais dar aos outros. Deixai de fazer o mal. Uni-vos! UNI-VOS! UNI-VOS E SEDE UMA SÓ COISA, COMO EU E O PAI SOMOS UM E O MESMO. Paz... Paz, vinde e fazei as pazes Comigo. O Amor, agora, chama-vos.

 

Listagem Cronológica
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Cronológica
 

Listagem Alfabética
Uma Lista Completa das Mensagens em Ordem Alfabética
 

Pesquisa nas Mensagens
Pesquise no texto das Mensagens
 

Mensagem Aleatória
Selecione uma Mensagem Aleatóriamente
 

Meu Anjo Daniel
O amanhecer das mensagens. Vassula conversa com seu anjo da guarda Daniel
 

Manuscrito Original das Mensagens
O Manuscrito original das Mensagens online
 

Livro Online
As Mensagens agora estão disponíveis para leitura como um livro online
 

 



Pesquisa Rápida

© Vassula Rydén 1986 Todos Direitos Reservados
X
Enter search words below and click the 'Search' button. Words must be separated by a space only.
 

EXAMPLE: "Jesus Christ" AND saviour
 
 
OR, enter date to go directly to a Message