INÍCIOÍNDICEPESQUISA
JAMAIS ME CANSAREI DE BATER
AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO

28.12.1988


Mensagem para a reunião de oração do dia 13 de janeiro de 1989, em Martigny, Suíça.

- Eu sou o Senhor. Minhas flores, estai em Paz, porque Eu, o vosso Senhor, sou a Paz. Minha bem-amada Criação, quanto te amo! Tu és preciosa para Mim. Crescei, vós, a quem Eu chamo Minhas flores; crescei na Minha Luz Divina; rezai pelos vossos irmãos que ainda não viram a Minha Luz; rezai pela sua conversão, Minhas flores! Pretendo irrigar-vos, sim! O Meu riacho crescerá, tornando-se um rio; e o Meu rio tornar-se-á um oceano de Paz e de Amor. Disse que "farei ainda resplandecer a Minha doutrina como a aurora; fá-la-ei brilhar muito longe. Canalizarei uma vez mais o ensinamento como uma profecia, deixá-la-ei para as gerações futuras"
(Sir 24,33). Sou o vosso Consolador e Aquele que mais vos ama. Minhas flores, sei que estais vivendo num período de trevas, no qual essa escuridão gera sofrimentos, calamidades e aridez. Foi dito que, nesses tempos, muitos perderão o sentido do divino e viverão a seu modo, incapazes de distinguir o bem do mal. Minhas flores, quando uma alma se deixa encher de materialismo e se agarra àquilo que o mundo lhe pode oferecer, então, deixa-se invadir pelas Trevas, não deixando, assim, nenhum lugar em que o Meu Espírito possa crescer nela, nenhum lugar para a Verdade, nem para a Minha Luz. Ela vive na escuridão.

E este é o motivo pelo qual à maior parte desta jovem geração falta a espiritualidade, recusando-se, então, a ouvir a Minha palavra e a reconhecer-Me como Deus. Deixam-se dominar por paixões degradantes, pois renunciaram à Verdade Divina e aspiram apenas a coisas materiais. Eu sei, Minhas flores, quanto muitos de vós sofreis, ao verdes alguns dos vossos a vaguear nesta escuridão e mergulhar num constante e profundo sono! Mas Eu vos digo que Eu, o Senhor, estou à sua porta, estarei sempre ao pé deles, a bater, até que Me ouçam. Jamais Me cansarei de bater e nunca os abandonarei! Amo-vos com um Amor Eterno, esse Amor tão mal entendido! Vinde a Mim, com todos os vossos problemas, oferecei-Mos e repousai em Mim. Vinde, apoiar-vos a Mim; Eu sou o vosso Consolador e consolar-vos-ei, dando-vos a Minha Paz. Vinde ao vosso Doce Salvador e curarei as vossas feridas. Não vos canseis nunca de Me invocar e Me rezar; Eu estou sempre convosco. Amo-vos e abençôo cada um de vós; abençôo toda a vossa família.

Mais tarde.

A Nossa Santa Mãe:

- Meus filhos, aproximai-vos de Jesus; Ele chama-vos a todos da Sua Cruz; dai alegria a Jesus, amando-vos uns aos outros, assim como Ele vos ama, porque toda a Lei tem a sua plenitude num só preceito: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo"
(Gal 5, 14). Encontrai a Paz e o Amor no Seu Coração, tomai a Sua Paz e o Seu Amor e espalhai-Os no meio de vós; inundai o mundo inteiro com o Seu Amor Divino, enchei a vossa alma com a alegria que Meu Filho vos oferece. Meus meninos, rezai, rezai e conversai com Deus, mantende uma ligação constante com o vosso Pai do Céu; rezai com fervor; fazei com que as vossas orações O atinjam; rezai com amor; que Ele ouça as vossas orações. Oh! Meus filhos! Quanto vos amo! Estou sempre convosco: agora, estou aqui, convosco; e estarei convosco, quando deixardes este lugar e reentrardes nas vossas casas. Nós estamos sempre presentes e está-lo-emos para sempre. Abençôo-vos a todos em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Nós.

O Senhor pediu-me que lesse Gal 5, 13 e 6, 10, durante a reunião.