INÍCIOÍNDICEPESQUISA
OS DIAS DE EXPIAÇÃO COMEÇARAM

15.8.1988 - A Assunção


- Senhor Jesus, bendito sejais!

- Eu, o Senhor, abençôo-te. O Meu Sagrado Coração, cheio de espinhos, está oprimido pelo sofrimento. Sinto necessidade de alívio e de conforto, por parte de todos aqueles que Me amam. Bendiz-Me e procura-Me. Olho ao Meu redor, à procura das Minhas almas pequenas, pois na sua pequenez encontro Eu o Meu conforto.

- Jesus, é demasiadamenle doloroso saber que Vós sofreis assim tanto...

- Reza pela Salvação dessas almas; reza-Me, pois o Meu Nome é "AQUELE QUE SALVA". As horas voam, os dias da expiação começaram, os dias do castigo estão próximos. A iniquidade desta geração é tão grande e a apostasia é tão grave que ambos os Nossos Corações foram trespassados de lado a lado pela sua injustiça e pelas suas ofensas mais que evidentes. Suplico-vos que regresseis e vos vireis para Mim e Eu vos perdoarei! Mantende-vos fortemente ligados ao Amor, que Eu vos cobrirei de Bençãos. Sede justos uns para com os outros e bons uns com os outros; amai-vos mutuamente; sede criaturas da Minha Luz. Dai-vos conta de que, se tantas catástrofes caíram já sobre vós, elas foram apenas provocadas pelo mal que se tem acumulado nas vossas almas. Regressai a Mim e deixai que o Meu Sangue vos purifique.

Mais tarde.

- Sou a vossa Santa Mãe. Meus filhos, regressai a Deus. Suplico-vos que regresseis e Deus vos perdoará. A Sua Misericórdia desce sobre vós como orvalho e, como flores, vós desabrochareis, para absorver a Sua Luz. Chamo-vos, encorajo-vos, mas quantos reconhecem os Nossos Apelos? Quantos acreditam nestes Apelos? O meu Coração sofre, ao ter de reconhecer que só um pequeno número de vós tem confiança nestes Apelos. O coração desta geração transformou-se em granito. Cegos pelo Racionalismo, esqueceram as Vias do Senhor; esqueceram as Maravilhas do Senhor; esqueceram que Ele é Omnipotente e cheio de Misericórdia. Nunca a Criação do Senhor caiu tão baixo; nem sequer nos dias de Sodoma e Gomorra. A vossa apatia atravessou a Eternidade e a vossa falta de fé condena-vos. As vossas implacáveis perseguições contra as Minhas Aparições e contra aqueles que Deus favoreceu, confiando-lhes as Suas Mensagens, serão uma das causas da vossa ruína. Eu, a vossa Mãe Santa, Mãe do vosso Salvador, chamo-vos e suplico-vos que vos arrependais e vos convertais. Regressai a Nós, vivei santamente; vivei santamente sob o Olhar de Deus; estai prontos a encontrá-Lo com as mãos cheias de boas ações e de um estado de pureza.

Mais tarde, em viagem, ao sair da igreja e ao subir a grande escadaria, tinha a impressão de caminhar num roseiral. Contudo, não havia sequer uma flor em toda a volta; havia apenas cimento. Depois, chegada ao alto da escadaria, senti perfume de violetas.

- Cobri-te com o Meu Perfume: quis que te desses conta da Minha Presença. Por este favor que te fiz, queria lembrar-te quanto Nos és querida, Minha filha. Eu sou a tua Mãe Santa e sinto-Me feliz por voltar a ter-te ao Nosso lado, bem-amada. Abençôo-te a ti e a toda a tua família

- Mãe Santa, agradeço-Vos tudo e bendigo-Vos.

- Flor?

- Sim, Jesus.

- A partir de agora, chama à tua Santa Mãe "Mamã"; sê íntima com Ela, como és Comigo. Nós? Lembra-te dos Meus Ensinamentos.

- Sim, Senhor.

- Eu, o Senhor, abençôo-vos a todos.