A Verdadeira Vida em Deus

     Boletim Informativo         

02 de outubro de 2017   www.tlig.org/pg.html  

PALESTRA DE VASSULA NA RÚSSIA - SET/2017

 

A Questão da Paz

Se as pessoas atendessem seriamente o chamado de Deus à oração, todos os homens e mulheres já seriam santos. Se fosse aceita e colocada em prática a Unidade na diversidade entre as Igrejas, como o Senhor está pedindo, já haveria esperança de que a Oração de Jesus ao Pai se tivesse concretizado. Se cada ser humano respondesse ao Amor de Deus - que Ele transmite na mensagem de A Verdadeira Vida em Deus a cada um de nós -, nossas vidas se transformariam em um Hino de Amor. Se as pessoas levassem a sério os avisos de Cristo sobre a fúria de Satanás nesses últimos dias, este já teria sido vencido e banido do coração dos homens e do mundo. Se todas as religiões do mundo respondessem ao chamado de Deus à reconciliação, todos os homens e mulheres já teriam se reconhecido como irmãos e irmãs, descendentes da mesma Fonte. E se todos percebessem que estamos vivendo um tempo de inefável Graça e Misericórdia e que Deus está renovando Sua Criação com toda a força, nunca cessaríamos de louvar a Deus, noite e dia, e nossos corações se transformariam numa fornalha ardente de zelo!

Aprendamos com os Profetas de antigamente como foi que, a seu modo, aprenderam a renunciar a si mesmos, a abnegar-se, colocando os Interesses de Deus e o próprio Deus em primeiro lugar em suas vidas. Eles aprenderam a despojar-se de seu ego e de sua vontade. Que hoje nos tornemos guerreiros de retidão, pedindo a Deus uma coragem invencível, para que o zelo e o amor que temos por Deus sejam direcionados para o bem e a glória de Deus.

Podemos ser fracos, mas Deus nos sustentará com Sua força. Pode não ser fácil, mas em nossa batalha podemos depositar a confiança em Deus, que nos ensinará a perseverar e cumprir nossa missão, glorificando-O. Temos que permitir que Deus nos despoje de tudo o que é mundano, a fim de imprimir em nós Sua própria Imagem Santa. Ainda que nossos opressores possam nos atacar duramente, não seremos destruídos nem derrotados, mas, ao contrário, eles se retrairão em nossa presença. Em nossa pobreza de espírito, daremos a Deus a possibilidade de invadir-nos com Sua Luz, iluminando-nos com a Sabedoria. Em nossa miséria e incapacidade, Deus nos dará nobreza de espírito para cumprir Sua Palavra destemidamente. Portanto, fujamos da complacência que o mundo está nos oferecendo e do conforto e vamos romper esse casulo seguro que fizemos para nós mesmos e quebrar nossas algemas e nos libertar, para obtermos o que os profetas dos tempos antigos receberam. E nossa alma se transformará numa fonte de lágrimas de arrependimento quando percebermos Quem era Aquele que estava batendo à porta do nosso coração ao longo de todos esses anos.

Jesus me disse um dia: "não deixai que nada vos desanime se a paz não vier depressa, pois já ouvistes falar de algum país que tenha nascido num só dia? Tal como a terra faz crescer coisas frescas, tal como um jardim faz as sementes brotarem, assim vosso Criador faz brotar a integridade e a paz à vista de todas as nações quando vossas orações O alcançam".

Vou encerrar dando-lhes o pequeno exemplo de uma árvore: todos os ramos da árvore são santos se a raiz for santa. Não há dúvidas de que alguns ramos foram cortados e, como brotos de oliveira selvagem, vocês foram enxertados entre os demais para partilhar com eles da rica seiva fornecida pela própria oliveira. Mas, mesmo que você se sinta superior aos outros ramos, lembre-se de que não é você que sustenta a raiz - é a raiz que sustenta você. E a raiz é Deus. Portanto, todos nós temos não só uma importante função a cumprir na manutenção da paz e da unidade, mas uma obrigação. Eu espero sinceramente que chegue um dia em que, através de nossos esforços, alcancemos a paz que todos nós almejamos e que Deus espera de nós e que possamos nos chamar sinceramente um dia de "meu irmão, minha irmã".

Vassula

 

 

Topo

 

border

 


Se tiver notícias, informações ou inspirações relacionadas com AVVD, escreva para:
Editor


Um ARQUIVO com todos os comunicados já enviados para a lista está disponível em  http://www.tlig.org/pg/pgforum/pgforum.html


"Nós?"